Seguidores

A verdade sobre as primícia$

     Nos últimos anos observamos uma judaização do cristianismo, chegando ao ponto de existir uma bandeira de Israel em algumas igrejas. Muitas pessoas que se dizem fiéis à Palavra de Deus retrocederam na fé, negando o sacrifício de Cristo e adotando práticas judaicas (muitas delas, não realizadas nem mesmo pelos judeus atuais). Além do dízimo, que já foi discutido em outro texto, a moda do século 21 é a cobrança das Primícias. Mas será que há respaldo bíblico para essa oferta? A resposta é simples e direta: Não! Faremos um estudo do Velho e do Novo Testamento para mostrar que essa é apenas mais uma das doutrinas dos “comerciantes da fé”.
     “Primícias” tem um significado de “princípio” ou de “parte inicial” de algo, seja o que for. Porém, o que é pregado nas igrejas que seguem essa doutrina é que Deus exige as primícias de nossos bens materiais (o que é coerente com as teologias modernas, como a da prosperidade), enquanto a nossa vida espiritual fica em segundo plano. Assim, realizam “culto das primícias”, cantam músicas com esse tema, como a famosa “Tuas primícias”, de Regis Danese, tudo para incentivar os fiéis a “abrirem o bolso”. Nessas ocasiões os fiéis devem entregar no templo uma quantia equivalente a um dia de trabalho, ou seja, quem ganha mil reais por mês, leva pouco mais de 33 reais, dinheiro que fica para a igreja ou, em alguns lugares, é dado para o pastor, como um tipo de salário. O argumento que utilizam para este último caso é que devemos repartir nossos bens com aquele que nos instrui (Gálatas 6:6). Procurando no dicionário, encontramos a definição de “repartir”: “fazer em partes, dando a cada pessoa o que, por direito ou justiça, lhe pertence”. Pois bem, imagine uma igreja com 500 pessoas que recebem mil reais ao mês. Se cada uma der 33 reais (o valor das Primícias) ao pastor, ele ficará com o bolso cheio (16,5 mil reais ao mês), enquanto os fiéis teriam que sobreviver com 967 (valor superestimado, pois não estão inclusos os dízimos e as “n” ofertas pedidas).
     O “repartir”, ensinado por Paulo, não visava à mordomia, nem à riqueza e tinha objetivos claros: para que ninguém (também vale para aqueles que nos instruem na fé) tivesse necessidade de nada (Atos 11:29; 24:17 e Romanos 15:26) e para que os irmãos vivessem em igualdade (essa é a idéia desde a instituição dos dízimos, pois as tribos de Israel ficavam com aproximadamente a mesma quantia de alimentos, sem que nenhuma fizesse muito “sacrifício” para contribuir). No exemplo dado no parágrafo anterior, se cada um contribuir com 5 reais (o que não faria falta a essas pessoas) para o sustento de seu líder religioso (afinal digno é o trabalhador do seu salário - Lucas 10:7 e I Coríntios 9:14), haverá um pagamento digno a ele (estando de acordo com I Timóteo 5:17-18). Mas lembre-se: a “dupla honra”, citada na carta a Timóteo, é um reconhecimento por parte dos irmãos e não, uma imposição. Se foi Deus quem colocou uma pessoa para trabalhar em Sua obra, não tem por que esse indivíduo temer ou cobrar o seu sustento, pois o Senhor sempre cuida dos Seus. Porém, se está à frente de um rebanho devido a amizade ou a parentesco com X ou Y, terá que tomar cuidado para não passar fome mesmo, pois Deus não trabalha dessa forma.
      Há ainda outro texto utilizado para afirmar que as primícias devem ser usufruídas pelo pastor, que está em
Ezequiel 44:30. Nele, o profeta afirma que a primeira porção das ofertas (inclusive das primícias) seria destinada aos sacerdotes. Isso não era nada novo, pois em Levítico 23:10 já existia essa ordem. O profeta Ezequiel teve um importante papel nas reformas de Israel após a queda de Jerusalém, em 587 a.C. Lutou com todas as suas forças para reconstruir o judaísmo, ensinando o povo a adorar a Deus da forma correta, para que todo aquele mal não voltasse a assolá-los. Vale destacar que Ezequiel não trabalhava na criação de regras para os israelitas e sim, na recuperação delas, pois haviam sido “esquecidas” com o tempo. Mas, voltando ao assunto, afirmar que os líderes religiosos atuais são esses sacerdotes é inaceitável! Se lermos I Pedro 2:9, veremos que todos nós somos sacerdotes (segundo a ordem de Melquisedeque e não, de Levi, como ocorria com os israelitas) e Cristo é o sumo sacerdote (Hebreus 6:20).
     Talvez o leitor, mesmo concordando que as primícias não são para os pastores ou afins, esteja ainda com uma dúvida em mente: “Então são ofertas destinadas ao templo?” Para esclarecermos, vejamos o contexto histórico e social do povo hebreu:
      Havia sete festas anuais entre os hebreus, sendo que eram três as festas agrícolas principais, que foram celebradas a partir da entrada em Canaã: a Festa dos Asmos (era uma parte da Páscoa judaica), na primavera; a Festa das Primícias, das Semanas ou de Pentecostes, que durava 7 semanas e que marcava a época da colheita do trigo; a Festa das Tendas, da Colheita ou dos Tabernáculos, que era realizada no outono e que celebrava a colheita de uvas e de azeitonas. Em cada uma, algo era oferecido a Deus, com um determinado objetivo (o sacrifício de um animal, para purificação; a entrega de cereais, como agradecimento pela colheita...). Assim, fica fácil entender que essas festas faziam parte da cultura do povo hebreu e por isso, tinham tanto destaque.
     Particularmente, como não sou judeu, não tenho que comemorar nenhuma dessas festas, mas muitos pseudo-cristãos insistem na “história” das primícias, citando vários trechos do Antigo Testamento:

- Gênesis 4:3,4 (Deus não teria recebido a oferta de Caim por não ser a primeira parte dos frutos).
     A bíblia não relata o motivo da rejeição da oferta de Caim, o que dá margem para inúmeras interpretações. Obviamente, não faltaria a opinião de que foi rejeitada por não ser
o primeiro fruto da terra. Porém não é o que o texto diz. Pelo contrário, a palavra “também” (“E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas”) sugere que ambos levaram as primícias do que produziram. Sendo assim, o motivo da não aceitação da oferta deve ter sido outro. Em I João 3:11,12 lemos: “[Caim]...era do maligno”, e ainda: “as suas obras eram más”. Aqui temos uma “dica” importante: Caim tinha um coração corrompido, mau, e isso refletia em suas obras. Como Deus aceitaria uma oferta de alguém nessa situação? Impossível! Mas, de qualquer forma, pelo fato de estarmos na Graça, essa discussão não é relevante para o nosso assunto.

- Êxodo 23:19 = “As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do SENHOR teu Deus; não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.”  
 - Provérbios 3:9,10 = “Honra ao SENHOR com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos; e se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.”
     Não estamos sujeitos à Lei, portanto esses textos jamais devem ser usados para defender ou condenar nossas ações. Na Lei havia promessas materiais; na Graça há promessas espirituais. Porém, para as pessoas que insistem em defender essas normas, por que adotam só o que convém e ignoram os demais versículos? Leiam também o versículo 18 do texto de Êxodo e, se quiserem voltar a oferecer sacrifícios de animais e guardar o sábado, por exemplo, terão toda a liberdade para exigirem também as primícias.
     O segundo versículo ilustra bem a crença dos hebreus: ao santificarem ao Senhor as primícias, o restante da produção também ficaria santificada. Assim, a benção de Deus seria abundante entre eles.
     Há inúmeros outros textos que falam das primícias, porém, todos destinados aos israelitas. Não comentarei um por um para não ficar repetitivo, mas listarei alguns:

- Neemias 10:34,35; II Crônicas 31:5; Números 15:17-21; Deuteronômio 18:3-5; Deuteronômio 26:10; Números 18:12; Neemias 13:31.

     Fico abismado quando muitos pastores estufam o peito e afirmam: “as primícias existem também no Novo Testamento, logo, é nosso dever entregá-las”. E citam:

- Romanos 8:23 = “E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.”
     Com todo respeito, acho que Deus “coça a cabeça” quando alguém associa as primícias do Novo Testamento àquela oferta da Antiga Aliança. O Texto é muito claro. São primícias do Espírito! É como se essas primícias fossem uma “palhinha”, uma amostra de toda a Glória que nos espera, citada no versículo 18.

- Romanos 11:16 = “E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.”
     Aqui, novamente, não há ensino algum sobre ofertas. Pelo contrário, o ensino (em linguagem metafórica) envolve questões espirituais, mais precisamente, a salvação. Paulo diz que se os judeus, de início (representados pelas primícias, a matéria prima), eram santos, também o eram os gentios (a massa pronta). Há ainda outra comparação, feita pelo apóstolo: os judeus seriam uma oliveira cultivada, que teria ramos tirados (os incrédulos); os gentios seriam uma oliveira silvestre (“brava”), mas enxertada na oliveira boa. Com isso, Paulo passou duas mensagens principais: 1 - Aqueles que aceitassem a mensagem de Jesus posteriormente (gentios) seriam tão santos quanto os que deram ouvidos a essa mensagem muito tempo antes (judeus convertidos); 2 – Os gentios que aceitaram o Evangelho não deveriam vangloriar-se e acharem-se melhores do que os judeus incrédulos, pois o que determinou a salvação deles foi a fé e não, méritos pessoais. Outros textos, como I Coríntios 15:20 e Tiago 1:18, dispensam comentários, pois o significado de “primícias” é bem claro e nada tem a ver com ofertas.
     No período de vigência da lei mosaica (e até mesmo antes dela), a consagração da primeira parte da produção a Deus era uma forma de reconhecer que Ele era o que tinham de mais precioso na vida. Era um exercício de fé e ao mesmo tempo, um “lembrete” a esse povo de coração duro que Deus deve estar sempre em primeiro lugar. Quando Jesus veio ao mundo, deixou esse mesmo ensino (Mateus 6:33), porém, a diferença foi que jamais instituiu uma regra ou um rito para que provássemos isso. O “amar a Deus sobre todas as coisas” está baseado não na Lei (repleta de cerimônias), mas na Graça, que ensina obediência e entrega de frutos espirituais.
     Alguns alegam que as ofertas voluntárias (essas sim tem apoio no Evangelho) são insuficientes para a manutenção do templo, para as atividades que a igreja mantém e para o sustento dos obreiros. Assim, jamais poderiam ensinar que o dízimo não é válido na atualidade (mesmo com todas as evidências) ou que não existe mais oferta de primícias. Ao contrário, ensinam que devemos contribuir com a maior quantidade possível, colocando dinheiro em todos os envelopes que entregam (cada um é uma oferta diferente) e, dessa forma, receberemos muito mais de Deus. Pois é, muitos rebaixam o Evangelho a isso, o que é lamentável, e inúmeras almas deixam de seguir a Cristo por causa desse “cristianismo às avessas”. Sugiro que seja reduzido o tempo dos programas na TV (afinal, a maior parte deles é pra pedir dinheiro ou para enrolar o povo, passando a mensagem que o indivíduo daquela igreja tem bom emprego, não tem problemas, recebe curas... e o que Jesus mandou pregar, nada!), que não sejam construídos templos luxuosos, que não seja dado fortunas para cantores e para pregadores, que o salário dos pastores não esteja na casa de dezenas de salários mínimos... Posso garantir que, se estas medidas forem tomadas, as ofertas espontâneas dos fiéis serão suficientes e o melhor de tudo: deixaremos de transgredir vários ensinos bíblicos.
     Para finalizar, sobre o tema deste texto, por que não entregamos as primícias dos frutos do espírito (citados em Gálatas 5:22) ao Senhor? Ou melhor, porque não dedicamos a totalidade desses frutos a Ele? Esse seria, com certeza, um ato louvável e que estaria de acordo com a Palavra de Deus. Saiamos de cima do muro, queridos! Ou somos judeus ou somos cristãos! Aceitar a Cristo e ficar preso à Lei não é o que o apóstolo Paulo nos ensinou.
     Negar-se a aceitar o dízimo e a oferta de primícias não é ser “mão de vaca”, é lutar pelo verdadeiro Evangelho, puro e simples. Alguns dizem que o motivo de alguns não concordarem com isso é o amor ao dinheiro, mas penso justamente o contrário: Quem cobra é que tem amor ao dinheiro! Se pregassem os ensinos de Jesus e dos apóstolos as pessoas teriam convicção de sua fé, veriam que não há ganância por parte das igrejas e dariam suas ofertas com amor, afinal, Deus jamais deixaria Sua obra perecer sem recursos. E lembrem-se, amados, devemos dar ofertas porque recebemos e nunca, para recebermos!


Autor: Wésley de Sousa Câmara

Referências:

A Bíblia Viva
Bíblia Almeida Corrigida Fiel
Bíblia de Jerusalém

COLEMAN, WILLIAM L. Manual dos Tempos e Costumes Bíblicos. Editora Betânia, 1ª Edição, 1991.
Dicionário de Língua Portuguesa Michaelis
Doutrina da Oferta de Primícias – Debate 93 FM
http://theologizando.blogspot.com/2009/08/dizimos-ofertas-e-primicias-sao-para.html

201 Comentários - Comente aqui:

  1. Caro irmão,gostei muito do seu estudo bíblico mais que pena, que muitos Pastores só estão pensando em aumentar a sua conta bancaria e E NÃO GANHAR ALMAS PARA CRISTO,só la no grande dia do juízo final que ELES IRAM OUVIR,EU NÃO VOS CONHEÇO.

    Geziel Mendes de São João de Meriti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bom ler ou ouvir aquilo que desejamos,se deus abençoava os primiciadores do pssado porque nÃO PODE ABENÇOAR OS PRIMICIADORES DE HOJE É SÓ UMA QUESTÃO DE FÉ DEUS NÃO MUNDA NOS QUE MUDAMOS

      Excluir
    2. Não sabes que somos herdeiros de Deus? Nossa situação mudou diante dele, a primícias não retornam, pois nos pertencem, na graça a nossa vida é uma oferta por completa, de modo que o fruto dos nosso esforços são colocados por amor, e não por lei ou imposição. Como vc vai entregar a primicia na igreja, se agora a igreja é você?

      Excluir
    3. Misericórdia,o diabo matando tanta gente,a seara tão grande e esse povo preocupado com ofertante,dízimista e primiciano.Se vcs não concordam com isso,façam sua colheita,pois eu que sou dizimista e ofertante estou fazendo a minha e cada um segue seu caminho.A seara tá aí pessoal vamos evangelizar propagando o evangelho de CRISTO e não o nosso!!!!

      Excluir
    4. Anônimo de 7 de fevereiro...
      É justamente por defender exclusivamente o Evangelho de Cristo que não tem como defender ao mesmo tempo "primícias" e dízimos, pois isso não é Evangelho. É "um outro evangelho", como ensinou Paulo. Fique na paz.

      Excluir
  2. sabe o que vejo sao pessoas criando blog, falando dos santos pra se promoverem tb o que todos querem mesmo e um minuto de fama o que e pecado tb, deveriamos nos ater a palavra de cristo que dice quem nao contra nos e por nos. querido por que vc nao faz um blog e fala da idolatria do catolicismo, da feitisaria do candomble, de xico xavier com seus psicografos, mas falar dos santos ai ja e demais os santos ja tem um inimigo o diabo, nao seja o segundo demonio inimigo dos santos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ISSO MESMO VAZO CONCORDO COM VC, NÓS Ñ PODEMOS IR DE ENCONTRO A PALAVRA DE DEUS, A PALAVRA DO SENHOR NOS ENSINA A DÁ E DÁ COM ABUNDANCIA, AQUELE QUE REGA SERA REGADO, E É DANDO QUE SE RECEBE!!!

      Excluir
    2. A Palavra de Deus nos ensina a ofertar com amor, segundo o nosso coração e segundo a nossa possibilidade. O intuito é ajudar os necessitados. Em momento algum a Palavra de Deus nos instrui a seguir as tradições e festas judaicas. Não podemos agir dessa forma, pegando versículos isolados, fora de contexto para justificar o injustificável. Abraço!

      Excluir
    3. Às vezes, nós ditos "evangélicos" nos preocupamos tanto em combater a igreja católica, condenando tudo o qe é praticado por ela e nos esquecemos de olhar para nós mesmos e vermos como costumamos fazer o que Deus não mandou e dizer que Ele mandou.

      Excluir
    4. É impossível dizer que o Senhor não nos abençoou, pois eu mesmo entrego o meu dízimo no altar e não vejo maldição nenhuma. Seja o princípio das primícias de Deus que o homem valoriza mais o mundo com seu sistemas do que a Deus. Se o Senhor Wésley Câmara procurasse apenas ensinar a palavra sem ofender os costumes religiosos, seja ela evangélica, ou católico e entre outros, talvez convenceria os leitores dos seus erros exegéticos ou hermenêuticos. Mas acusar e apontar erros seria um ato leviano sem sucesso. A palavra de Deus deve ser pregada e ensinada e não para condenar os atos das autoridades Eclesiásticas.

      Excluir
    5. Meu querido anônimo, então complicou agora, pois nos Evangelhos o que mais tem é Jesus censurando e criticando os atos das "autoridades eclesiásticas" da época (Fariseus, saduceus, escribas...). Portanto, fico apenas com Jesus. Abraço e fique na paz.

      Excluir
    6. Quanta hipocrisia deste sujeito q esta' pronto para apontar os pecado dos catolicos e espiritas e nao consegue enxergar a corrupcao o covil de ladroes dentro da sua denominacao,ainda cita a palavra "santo" AONDE? Os crentes de hj sao mais carnais q qualquer mundano,vai ler a biblia imbecil,Deus nao instituiu dizimo para sustentar templo e mt menos luxo de pastor,dizimo era alimento! Honrar o Senhor com a orimicia dos teus bens significa cobrir o nu, alimentar o faminto

      Excluir
    7. Alimente o orfao,a viuva e o estrangeiro seja com a primicia espiritual Jesus, ou com aa primicias materiais pao pra ele comer, raca de viboras que devorsis as casas das viuvas com pretextos de demoradas oracoes, vcs vao ter que se apresentarem durante o tribunal de Deus

      Excluir
    8. E bom as pessoas entenderem melhor o que e idolatria, e nao as bobagens que se falam, Seria adorar um falso Deus, ter em seu templo que não fosse o Deus poderoso dos cristãos e judeus.
      E isso existe muito nos dias de hoje, o Budismo, Os Orixas (Ochoxe, Imanja,) e existia muito mais na antiguidade, os Deus dos Gregos, Romanos,Babilonios, Assirios,Egpcios, etc.
      Quanto ao textos acima esta correto, doa a quem doer, o Dizimo e para quem seguem a lei de moises, pois os judeus a chegarem em suas terras, dividiram por tribos, mas uma tribo não recebeu nada, pois ficou com a funçao de cuidar da lei, e não dos plantios, por isso teriam que dar 10% para os que ficaram como sarcedotes que não receberam terras.
      A lei de Cristos e a salvação pela fe, ele ja pagou todos os tributos na cruz de seus seguidores. Romanos 8, nada mais pode ser exigido de ninguem. Se o cristão deve sim colaborar com sua igreja para que possa prosperar, deve mais ainda o pastor, que foi supostamente escolhido por Jeus para semear suas sementes, e não ser pesado aos membros da ingreja, com salarios para comprar carros zeros, enquanto muitos pobre seguidores vem a pe para congregar.

      Excluir
  3. Prezado Gil Guimarães...
    Acredito que não nos conhecemos, certo? Logo falar que o meu intuito (pois generalizou em seu comentário) é me promover é no mínimo uma acusação leviana e irresponsável (me desculpe, mas sou sincero e falo o que penso, com todo respeito).
    Como você disse, devemos nos ater à palavra de Cristo e quando fazemos isso, eliminamos essa história de primícias logo "de cara". Em tempo oportuno falarei da idolatria do catolicismo e dos outros temas que você sugeriu, mas pelo que vejo, um tema de mais urgência é a idolatria evangélica, que faz com que pessoas, provavelmente por desconhecimento, chamem seus líderes (que muitas vezes distorcem completamente o Evangelho) ou os evangélicos como um todo de "santos"! Essa idolatria (do tipo "não toque nos meus ungidos")é tão ruim quanto a adoração a imagens e coisas semelhantes.
    Um dos principais passos para buscarmos a Santidade é obedecer a Palavra de Deus e lamento informar que, para a tristeza de muitos, Ela não inclui esse tipo de primícias.
    Obs: Todos os meus argumentos foram baseados na bíblia, portanto, se eu estiver errado, não tenho nenhum problema em admitir, desde que me convença com a própria bíblia.

    Abraço e fique na paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu irmão fale mais da palavra a ovelha conhece a voz do seu pastor se elas contribuem é pq querem, meu esposo é pastor ñ falamos sobre primícias mas tbm ñ condenamos quem fala, cada um serve ao Senhor abençoe fale sobre a volta de Jesus já temos um inimigo a combater vamos nos unir.
      amém?
      Deus abençoe.

      Excluir
    2. Lembrando que como Tiago ensinou, aquele que pode fazer o bem e não faz, comete pecado. E isso se aplica a muitas coisas, como este assunto. Se vemos as pessoas ensinando coisas em nome de Deus, como se fosse um mandamento, um ensino do Evangelho, e não dizemos nada, estamos sendo omissos. E omissão é algo que não deve existir na vida do "cristão". A nossa união deve ser em torno do Evangelho e não, de uma instituição, doutrina, denominação ou sistema. Essa é a consciência que devemos ter. Fique na paz, irmã.

      Excluir
    3. Amigo sobre as Primícias,Dízimos,Ofertas e Votos só devemos praticar algo no VT se tiver contexto no NT e como eu já fiz essa análise eu tenho certeza que a prática é correta desde que seja voluntário e conforme o ensino de cada Igreja Cristã e a Fé de cada um. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Tg 2.20 Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.Tg 2.24 "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus" (1Co 10.31) Nosso dinheiro tem duas finalidades: Sustento e Semear. Um homem dá liberalmente, e se enriquece; outro retém mais do que é justo, e se empobrece. A alma generosa prosperará; o que regar também será regado.' (Provérbios 11:24-25) Qualquer dúvida entre em meu canal 303campelo no youtube e deixe sua opnião sobre vários videos meus sobre a bíblia, Fé Amor e Paz !

      Excluir
    4. Amigo sobre as Primícias,Dízimos,Ofertas e Votos só devemos praticar algo no VT se tiver contexto no NT e como eu já fiz essa análise eu tenho certeza que a prática é correta desde que seja voluntário e conforme o ensino de cada Igreja Cristã e a Fé de cada um. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Tg 2.20 Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.Tg 2.24 "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus" (1Co 10.31) Nosso dinheiro tem duas finalidades: Sustento e Semear. Um homem dá liberalmente, e se enriquece; outro retém mais do que é justo, e se empobrece. A alma generosa prosperará; o que regar também será regado.' (Provérbios 11:24-25) Qualquer dúvida entre em meu canal 303campelo no youtube e deixe sua opnião sobre vários videos meus sobre a bíblia, Fé Amor e Paz !

      Excluir
    5. Bom, dia, meu querido. Olha, lendo, meditando e interpretando as Escrituras a partir de Jesus, só consigo ver no Evangelho ofertas voluntárias. Barganhas com Deus (chamadas por muitos de nós de "votos") e dízimos não são ensinados no Evangelho (há um estudo sobre dízimos aqui no blog).
      Quanto à justificação também precisamos analisar os contextos dos textos (como o que você citou) para não criarmos doutrinas a partir de fragmentos (teologia sistemática). Paulo diz algumas vezes que a justificação é pela fé, e não, pelas obras/lei (Romanos 3:20; 3:28; 5:1...) Porém Tiago parece dizer o contrário. Será? Não! Por isso precisamos analisar os contextos. Se lermos o capítulo 2 inteiro de Tiago, entenderemos facilmente. Entre outras coisas, Tiago faz uma associação entre fé e obras. A grosso modo diz que fé só existe se estiver acompanhada de obras. Fé sem obras é morta, pois não existe, não tem como separar a fé em Cristo, no Evangelho (que ensina amor, ajuda ao próximo) das obras. Quem justifica é a fé, mas a fé obrigatoriamente virá com obras. Ou seja, as obras são frutos da fé. As obras não são uma causa ou um meio de justificação e sim, uma consequência. Uma fé desacompanhada de obras, nem chega a ser fé. É apenas uma crença. E crer, até o diabo crê. Ele teme e treme. Mas não mostra que tem fé, pois não produz as obras decorrentes de uma vida no Evangelho. Abraço

      Excluir
  4. Só O nosso Senhor Jesus para dar entendimento para essas pessoas que são enganadas!!!A ùnica coisa que o Senhor nosso Deus quer é a nossa obediencia, temor a sua palavra os mandamentos que ele nos deixou, somente osmandamentos dele...porque ele é o nosso unico salvador...aquele q morreu por nós.

    ResponderExcluir
  5. A paz do Senhor! Deus conhece a intenção de cada um. as primícias é um ato de fé, como a oferta por isto não devemos julgar, se seu irmão que tem fé devemos respeitar, porque é Deus que conhece o coração.

    ResponderExcluir
  6. Ao Anônimo do 27 de março de 2012 19:42,
    As primícias é um ato de fé?
    Que bíblia é essa que tu anda lendo?
    Vamos meditar na palavra de Deus e aprender o que é um ato de fé.
    Pois que ato de fé é este: Te dou 10 e quero 100?

    ResponderExcluir
  7. A Paz de Cristo.

    Sobre a questão da lei e da Graça, o que significa a fala de Jesus em Mateus 5:17-20?

    ResponderExcluir
  8. Prezado anônimo... Veja o que diz Mateus 5:17,18:

    "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas CUMPRIR.
    Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo SEJA CUMPRIDO."

    Jesus disse que ele não veio remover a lei, afinal ela deveria ser seguida por todos. Ninguém poderia simplesmente anular a lei. Para que ela tivesse um fim, "alguém" (Jesus) teria que cumprí-la integralmente e em seguida, derramando seu prório sangue, instituir uma nova aliança. Enquanto Jesus não morreu, a lei estava em vigor. Após sua morte, ficou para trás e deixamos de ser guiados por "Não faça isso" e sim por "Faça isso por fé, por amor...".

    Medite em Gálatas 3:23-25; Gálatas 5:18; II Coríntios 3:14...

    Ou seja, na graça vamos contribuir sim, mas com um propósito e não em cumprimento a uma regra. Vammos ajudar os necessitados e até ofertar no templo, mas não com valores determinados e nem com primeira ou última parte do nosso salário. Temos é que contribuir segundo o nosso coração e por amor. Esse sentimento (e não o ritual de entrega) é a forma de reconhecer que Deus está acima (e é dono) de tudo em nossa vida.

    Abraço
    Fique na paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wesley Câmara!

      antes quero parabenizar pelo seu blog e digo isto não como confetes, mais pelo valor do assunto!

      Pasmei ao ler alguns do comentários deixados no seu blog, como pode o povo de Deus esta passando tão distante daquele que o chamou (Gl 1.6) e o mais grave é ver que a falta de conhecimento tem destruído o povo do Senhor (OS 4.6)

      Meu conselho é que vc continue postando suas conficções independente do que as outras pessoas acham ou pensam.

      lamentavelmente isto nós chamamos de herança transferida de lideres que legislam em causa própria.

      o que nos aproxima... também nos distancia! essa é verdadeira expressão da liberdade religiosa que desagua constantemente obreiros despreparados ou mal intencionados no campo, e este vão disseminando ideais descontextualizadas da PALAVRA DE DEUS!

      LUZALDO
      familiadooliveira@gmail.com

      Excluir
    2. A paz, concordo plenamente com seu comentário,e faço dele as minhas palavras

      Excluir
    3. O livro de gálatas deixa claro que não devemos seguir mas a lei dada a moises e ao povo ISRAELITA e sim Jesus Cristo. Peça a Deus orientação na hora de ler. Pare de ler a biblia pelas metade, leia todo o capitulo e tente entender. Não existe verdade pelas metade.

      Excluir
  9. graça e paz , respeito sua opinião mas não concordo com ela , sou pastor e servo a mas de 18 anos do senhor ; nos ultimo 4 anos pasei a fazer parte de uma igreja que pratica a oferta da primicia " eu disse oferta da primicia ",não obrigamos niguém a dar primicia ! o fato é que quando comecei a oferta a primicia fui muito mas abençoado; portanto é fé . gostaria ainda de fazer um comentario gn 4:3,4 antes de abel trazer a sua oferta , depois de caim tem um (. ) final e isso faz uma tremenda diferença ,porque abel troxe "também a sua oferta " só com uma diferença ;trouxe da primicia e isso agradou ao senhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc pastor! O mesmo aconteceu comigo e meu esposo. Ofertamos primícias , dízimos e ofertas POR AMOR A DEUS PARA AJUDAR FINANCEIRAMENTE NO CRESCIMENTO DA OBRA, até pq aluguel, água, conta de energia não são pagos com fé somente, mas com ofertas NOSSAS. Devemos abençoar tanto fisicamente quanto financeiramente aonde somos abençoados. Povo desapegue-se do dinheiro, e parem de arranjar desculpas Bíblicas para suas atitudes mesquinhas.

      Excluir
  10. Meu querido Pr. Samuel...
    Li e reli o texto de Gen 4 várias vezes, tentei interpretar de todas as formas possíveis, analisar semântica, fazer análise sintática (Rsrs - desculpe a brincadeira) e não consegui entender o trecho de forma oposta. No máximo dá uma dupla interpretação (uma da forma que fiz e outra como você sugeriu).
    Vejamos:

    "3 - E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.
    4 - E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta.
    5 - Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante."

    Este trecho é baseado na tradução Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Por ser tradução de outro idioma, já não é ideal para que seja feita uma análise tão aprofundada no que diz respeito à linguagem, mas por ser uma das traduções mais fiéis que temos, vamos confiar que o tradutor esteja correto. Por que digo isso? Porque a intepretção que você fez no comentário seria com certeza verdadeira caso houvesse um vírgula após a palavra "trouxe", do versículo 4.
    Entendo que até poderia ser isso o que o autor disse (e que o tradutor quis dizer), mas como não está claro, continuamos com duas possibilidades. Porém, como disse no meu texto, é muito mais provável que o motivo da rejeição tenha sido aquele que encontramos em João.

    Para concluir, todos tem liberdade de ofertar como desejarem, inclusive com primícias. O fato é que NÃO HÁ MANDAMENTO para se entregar as primícias. Isso é opção de cada um. E mais: a partir do momento em que é criada uma "oferta de primícia", deixa de ser uma oferta (se formos analisar a fundo), pois não será mais "segundo o nosso coração". Terá obrigatoriamente que ser a primeira parte de algo. Isso é uma regra, uma norma, um ritual, enfim... Só não é espontânea.
    Mas entendo (embora não concorde muito) e respeito sua opinião.
    Fique na paz
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendeu pq não quer entender...
      Siga a Jesus, pq ele diz VENDE TUDO QUE TEM, DE AOS POBRES E ME SIGA... Já fez isso??? Então deixa de blá blá blá

      Excluir
    2. Olá, amigo. Só trocaria a sua pergunta "já fez isso?" por esta: "Já FIZEMOS isso?", afinal, aquilo que o Evangelho ensina deve ser feito por nós, antes de cobrarmos do nosso próximo, para não cairmos na hipocrisia dos fariseus. E responderia esta pergunta não com uma resposta minha, mas com a transcrição de um ensino de Jesus:

      "Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente."
      (Mateus 6:2-4)

      Isso Evangelho! Fique na paz. Abraço

      Excluir
    3. Mandou bem, irmão Wesley, tem muita gente sem noção,que nem sabe o que está postando, não são os anos que estamos na presença do Senhor que vai dizer se sabemos mais ou menos, é o conhecimento da palavra literalmente revelada , e baseada na verdade. Estou admirada de lê cada comentário, que fico imaginando para aqueles que não são leigos , deve dá um nó na cabeça... uma abraço.

      Excluir
    4. Saudações sr. Wesley. Interessantes seus conteúdos,porém, evazivos. Percebo uma discussão tola e sem progresso afins. Não quero polemizar ainda mais, quero que saibamos a necessidade de opinarmos com sabedoria. Você e tantos outros comentaristas do seu Blog atiram fortemente na ação do dar. Onde está na Palavra que não devemos dizimar, ofertar e primiciar? Gostatia muito de encontrar um texto com contexto proibitivo quanto à prática. A Palavra de Deus é a mesma ontem, hoje e sempre. Seria possível que o sr. Nos fundamentasse biblicamente quanto à proibição do dar. Percebi em um dos comentários que o sr. Sequer auxilia aos pobres com uma parte da sua renda, isso me admira muito porque o sr se propõe a condenar tanto os que ensinam quanto aos praticam o dizimar ofertar e primiciar, pois, percebo um grau de frustração em suas palavras relacionadas à prosperidade financeira de alguns pastores ou líderes. Acredito que devemos prezar pela alegria quando alguém prospera, porque creio que os que dizimam ofertam e primicism o fazem em estado de sã consciência, e por favor sem a justificativa de que são leigos e coitadinhos, todos entregam seja lá o que for sabendo o que fazem. Não são forçados nem roubados porque aí caberia denúncia em uma delegacia de polícia. Se suas afrimações são de que os líderes enganam suas ovelhas, os denuncie às autoridadws competentes a fim de que sejam presos os que tais atos praticam. Mas não tenteb o sr servir de ovelhinha estando disfarçado, oh me assombra sua capacidade de lidar com as letras enganar um pequeno grupo de pessoas que conscientemente acreditam em suas interpretações erradas con textos fora do contexto também. Isso é um absurdo!

      Excluir
    5. Prezado "Anônimo" (infelizmente terei que chamá-lo (a) assim e o (a) tratarei como se fosse do sexo masculino para padronizar:
      - Não sei como um comentário pode ser evasivo e interessante ao mesmo tempo, principalmente quando não tem progresso...
      - Não critico o dar e sim, a judaização da fé cristã, com a adoção de práticas convenientes (leia: que geram dinheiro), como dízimos e festas de primícias.
      Se digitar "Dízimo" e ainda "carteira" ou "oferta" ou "dinheiro" lá em cima desta página, na barra "Pesquisar", aparecerão textos sobre dízimos e ofertas. Por favor, leia lá pois é impossível repetir tudo aqui.
      - Nós somos discípulos de Cristo e não de Moisés, de Davi, de Abraão, dos judeus... O que é coerente com Cristo, continua válido na Nova Aliança. O que não é, caiu em caducidade e era apenas sombras, como aprendemos com os apóstolos.
      - Deus é o mesmo, porém seu propósito para Israel e para a Igreja é completamente diferente.
      - Se for rejeitar apenas o que tem um texto proibitivo teremos sérios problemas: primeiro pq isso é uma idolatria a páginas; segundo porque é transformar a bíblia em "caixinha de promessas" (infelizmente os "cristãos" atuais são crentes de versículos, pois querem um versículo para tudo, esquecendo do contexto e que o Evangelho gera consciência, a mente de Cristo e não, um decorar de versículos para cada situação); terceiro que não temos versículos explicitamente proibitivos para a maioria das coisas que rejeitamos, então permitiremos tudo, certo? Assim alguns dirão que podem usar drogas à vontade, destruir a natureza, pois nenhum versículo proíbe...
      - A bíblia nos ensina a dar sim. Dar é um privilégio, fruto de uma consciência. Deus deixou o princípio: cada um contribua a fim de que ninguém passe falta de nada e os necessitados sejam ajudados. Em Israel esse dar (princípio) era aplicado através de dízimos e ofertas (aplicativos). Na Igreja (novo testamento) o princípio (dar) é aplicado através de ofertas voluntárias (aplicativo), segundo as posses e o coração (sem porcentagem, valor ou frequência determinadas) SEMPRE visando ajudar os necessitados. Portanto, alimentar o faminto, ajudar o pobre, sustentar aqueles que dedicam integralmente a vida na divulgação do Evangelho (afinal, serão também necessitados) é feito pelos cristãos por consciência, por terem o Evangelho no coração. Não é por medo de maldição (já ficaram na Cruz), nem para ser abençoado (tudo que recebemos é por graça, logo, sem merecer).

      (continua...)

      Excluir
    6. - Não sei como concluiu que não auxilio os pobres com minha renda, pois nunca afirmaria isso, afinal, aprendemos com Jesus que quando damos "esmola", deve ser em segredo. Logo, o que faço jamais será revelado...
      - Não me incomodo com prosperidade financeira de líderes (pelo contrário, bom seria que todos fossem assim), porém quando essa prosperidade vem através de trabalho honesto e justo. Bom seria se todos fossem ricos, mas com trabalho (e não, com contribuições de fiéis).
      - Discordo totalmente quando se diz que as pessoas contribuem por consciência, Isso é minoria. Uma prova é chegar a um dizimista e pedir para ele me convencer a dizimar: os argumentos serão "devorador", "abrir janela do céu", "Jesus mandou fariseus dizimarem", "Abraão dizimou"... Ou seja, as pessoas dizimam por não interpretarem corretamente os textos (aceitam a explicação do líder), por medo do devorador ou por interesse em ser abençoado. Em outras palavras: tudo, menos consciência...
      - Não são forçados no sentido de violência física, mas colocar uma ameaça de maldição (devorador), uma promessa israelita de bênçãos e descontextualizações bíblicas na cabeça de uma pessoinha que aprende que é pecado questionar o líder ("tocar no ungido") não é no mínimo uma perversão maldosa do Evangelho para benefício próprio ou de uma estrutura? Isso é enganação sim, porém a subjetividade e a pseudoalegação de um estado laico impede que tais manipulações sejam punidas por lei. Apenas a justiça de Deus é quem analisa isso. Cabe a mim mostrar o Evangelho. Julgar pessoas, não. Isso é com Deus.

      Desculpe-me se minhas respostas pareceram agressivas. Não estou revoltado, nem ofendido. Como a resposta é longa, coloquei em tópicos e fui meio "seco" a fim de encurtar um pouco. Porém como acha que as interpretações minhas estão equivocadas, estou à disposição de todos para discutirmos no Evangelho tais equívocos. Abraço e fique na paz.

      Excluir
  11. bom dia prezado colega,enquanto algumas pessoas estão ocupando o seu tempo em propagar o evangelho de salvação e expandir o reino de Deus, outras perdem o seu tempo com criticas sobre praticas religiosas que não lhe dizem respeito. embora seja necessário desenvolvermos um ponto de vista critico acerca da vida, os críticos são os que menos contribuem para o crescimento de qualquer organização. medite: eclesiástes 5.10

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me perdoe Rogério, mais abriu e muito a minha visão espiritual depois que li cada palavra dessa postagem, e a cada comentário, e aprendi muito, não devemos nos conformar com as práticas desse mundo, é por isso que o amor de muitos se esfriou, estamos passando mal de tanto comermos comida estragada, que nos púlpitos de nossas igrejas estão sendo oferecidas, e ainda damos glória a Deus. Um abraço.

      Excluir
  12. Prezado Rogério,
    Lamento por pensar desta forma. Não julgo ninguém pela aparência, nem por apenas um comentário, mas pelo que disse, dá a entender que você apoia esta visão de que "vale tudo para Deus". O que adianta pregar um Evangelho distorcido, que não corresponde àquele ensinado por Jesus? Disso a TV está cheia. Não é isso que a bíblia nos ensina. Pelo contrário, nos diz que cada um tem uma chamada diferente e é importante que seja assim. Enquanto muitos tem um "dom" de conquistar almas que não conhecem a Cristo, outros tem a função de ajudar os cristãos que vivem no engano. É claro que uma coisa não anula a outra e todos nós temos o dever de proclamar o Evangelho a todo. Mas o problema está no que vamos proclamar. Paulo pregava o Evangelho, mas corrigia os cristãos a todo o momento.
    Não basta estar na igreja para ser salvo. Enquanto esse pseudo-evangelho estiver sendo seguido, esses seguidores estarão longe de Deus (Mateus 7:22-23).
    Abraço, fique na paz e busque sempre o Evangelho Jenuíno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei do seu estudo Wesley e concordo com voce! Hoje em dia os pastores não vivem só de oferta voluntária, isso não dá IBOPE, pois precisam de outros tipos de ofertas e é claro, do dízimo, sem as quais não dariam para ostentar suas vidas luxuosas! Se vivemos na Graça, e Jesus cumpriu toda a Lei, porque certos pastores e igrejas ainda insistem no dizimo? O dizimo está em Malaquias, e Malaquias é velho testamento, é Lei. No Novo Testamento, os apóstolos não mencionam o dízimo, falam somente em ofertas alçadas! Se formos seguir o dízimo, temos que seguir as Leis também! O meu povo perece por falta de conhecimento, e digo mais, total falta de conhecimento da Bíblia, das escrituras!

      Excluir
    2. MEUS IRMÃOS,A PAZ PARA TODOS,O QUE EU VEJO AQUI,SÃO IDÉIAS DISTORCIDAS,SOMOS SALVOS PELA GRAÇA DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO,AO QUAL VEIO DE UMA TRIBO QUE NUNCA FOI PREGADO SACERDÓCIO,A TRIBO DE JUDÁ,É O NOSSO SACERDOTE ETERNO SEGUNDO A ORDEM DE MELQUIZEDEQUE,PORÉM OS DÍZIMOS QUE OS JUDEUS OFERTAVAM,POR IMPOSIÇÃO DA LEI,ERAM ALGUM MUITO NO SENTIDO MATERIALISTA,ERA OFERTADO PELAS CONQUISTAS DE SUAS COLHEITAS DURANTE O PERÍODO DAS COLHEITAS.
      E TINHA UMA FINALIDADE MAIOR,QUE ERA PARA O SUSTENTO DOS LEVITAS,POVOS QUE NÃO TINHAM PARTE DA HERANÇA COM O POVO DE ISRAEL.
      OS LEVITAS ERAM RESPONSÁVEIS PELO TRABALHO DE CUIDAR DA ARCA,POR ISSO QUE ELES ERAM SUSTENTADOS PELOS DÍZIMOS,
      E DEZ POR CENTO DOS DÍZIMOS DOS LEVITAS ERA PASSADO PARA OS SACERDOTES.SÓ DEZ POR CENTO.
      A DIFERENÇA É QUE TODOS QUE TRABALHAVAM NO TEMPLO RECEBIAM,
      QUEM FAZIA MANUNTENÇÃO,QUEM TOCAVA OS INTRUMENTOS,ENFIM,NÃO ERA SÓ OS SACERDOTES.
      VAMOS A REALIDADE ATUAL,NÃO PRECISAMOS DE VIVER SUSTENTADO POR IGREJA POR QUE NÃO SOMOS LEVITAS,E TEMOS PARTE COM O REINO DOS CÉUS ATRAVÉS DA MORTE DE NOSSO SEHOR JESUS CRISTO,OS NOSSOS LÍDERES,QUE SERIA A FIGURA DO SACERDOTE,JÁ TEMOS QUE É JESUS CRISTO O SUMO SACERDOTE ETERNO SEGUNDO A ORDEM DE MELQUIZEDEQUE,ELE SÓ QUE NOSSA OBEDIÊNCIA E O NOSSO LOUVOR,DEIXEMOS DE LADO OS RITOS MOZAICOS,NA ASSEMBLÉIA DE JERUSALEM,FICOU ACERTADOS PELOS APOSTOLOS,PARECEU BEM AO ESPÍRITO SANTO E A NÓS QUE NÃO IAM MAIS NOS IMPOR ENCARGO ALGUM,SENÃO ESTAS COISAS NECESSÁRIAS;
      QUE VOS ABSTENHAM DAS COISAS SACRIFICADAS AOS IDOLOS,DA CARNE SUFOCADA,DA FORNICAÇÃO E DA PROSTITUIÇÃO'ATOS CAP.28-29'.
      ENFIM OU TODOS SÃO SUSTENTADOS PELA IGREJA OU NINGUÉM,OU ESTAMOS IMITANDO A IGREJA CATÓLICA?
      HOJE GRAÇA A DEUS,TODOS TEM DIREITOS AO CONHECIMENTO,N´S TEMOS PASTORES FORMADOS EM PSICOLOGIA,SOCIÓLOGO ENFIM EM DIVERSAS PROFISSÕES,JESUS ERA CARPINTEIRO,PEDRO ERA PESCADOR,LUCAS MÉDICO,PAULO DOUTOR,TODOS TINHAM SEUS SUSTENTOS PARA NÃO SER PESADO A NINGUÉM.
      PAULO FALOU QUE APO´S A SAÍDA DELE VIRIA LOBOS COM PELE DE OVELHA,QUE ENGANARIA O REBANHO E NÃO PERDOARIA O REBANHO,MAIS ELE DEIXOU ESCRITO,NÃO COBICEIS NEM PRATA NEM OURO, E NEM TOQUEIS EM VESTES.
      HOJE AS PRÍMÍCIAS ,OS DÍZIMOS,AS OFERTAS NÃO ESTÃO SUPRINDO A NECESSIDADE DAS IGREJAS,POR QUE O LADRÃO ESTÁ COLOCANDO A MÃO NOS FRUTOS DA OBRA DE DEUS PARA SEUS DELEITES CARNAIS E PARTICULARES,ESTÃO APELANDO ATÉ PARA RIFAS NAS IGREJAS,MEUS AMADOS RIFA NÃO É BÍBLICO,DESCONHEÇO RIFA NAS ESCRITURAS.
      QUANDO SACRIFICA AS OVELHAS,ESTÃO ALIVIANDO E ALIMENTANDO LOBOS.

      Excluir
    3. ola irmao wesleiy camara! tudo o que vc disse e respondeu senti no meu coracao que foi inspirado por deus.vc e pastor?homens como vc e que as ovelhas precisam.irmao weslei o triste e ver que as pessoas estao atras de bens materiais e esquecem que o primordial e a salvacao.primeiro buscai o meu reino e a minha justica e tudo vos sera acrescentado.a Paz que JESUS CRISTO nos deixou esta contigo,amem.

      Excluir
    4. Antonio Carolos, não tenho título/credencial de pastor e nenhum outro cargo ministerial fornecido por alguma denominação religiosa. Muitas vezes um pastor em uma instituição religiosa nunca foi pastor para Deus e muitas vezes aquele irmãozinho de idade e pobrezinho que ninguém vê é um pastor para Deus. Afinal, pastor é um dom (que será expresso no exercício de certos trabalhos) e não, uma "consagração" em uma reunião religiosa.
      Fique na paz, meu querido.
      Abraço

      Excluir
  13. caro irmao WESLEY,fiquei conhecendo hoge seu blog, gostei muito,principalmente da comentario sobre primissias, sou Pastor assembleianoiano quase 40 anos e entendo que ensinar para o pavo hoje que alem de dizimar e ofertar ainda e necessario entregar primicias realmente nao tem cabimento mais infelismente a ganancia pelo dinheiro esta ficando assima de todo ate de ganhar almas para o reino de DEUS.

    ResponderExcluir
  14. Carro irmão Wésley, sou o anonimo do dia 30.05 estou retornando para pedir desculpa pelos erros de portugues,mandei minha neta digitar porque estou com dificuldade na visão e hoje na claridede do dia percebi varios erros de digitação. que Deus continue de iluminando para escrever estes tao belos artigos; continuarei sendo seu seguidor fique na paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa se desculpar, meu querido. Isso acontece. Normal. Muito obrigado e fique na paz também.

      Excluir
  15. meu irmao deicha os pastores receber as ofertas das primicias afinal de contas foi mais uma que inventaram para tirar o dinherinho dos coitadinhos que sao aposentados com um misero salarios e outros que vendem latinhas e papelão para sobreviverem afinal esses tipos de pastores estaõ registrado na biblia em azequiel 34.

    ResponderExcluir
  16. Wesley, parabéns pela praticidade e dinamismo na interpretação da Palavra. A falta de hermenêutica e exegese faz com que os irmãos sejam enganados por esse bando de falsos mestres que estão por aí, mas veja que cada vez mais estão sendo envergonhados

    ResponderExcluir
  17. Fernando 14 de julho 2012
    Caro irmão Wesley Sabemos que hoje em dia o comercio entrou nas igrejas, e esta dificil procurar uma para servir a Deus, pois se voce não for uma pessoa que dizima de a primicia e oferte constantemente, voce não e um bom membro a pouco tempo parei de frequentar uma que todo dia era 40 minutos de pregação sobre oferta e eles arruma uma falação que se voce não ofertar voce não vai prosperar, mas estou disposto a oferecer meu coração para Deus mas sinto que não é desta forma, me sinto mau com essa pedição de dinheiro, o que voce sujere?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu irmão.
      Concordo plenamente com você, pois infelizmente, a maioria das igrejas atuais virou "negócio próprio", ao invés de ser um local onde os irmãos possam se reunir e prestar um culto a Deus.
      É complicado responder sua pergunta, pois cada pessoa é de um jeito. Alguns conseguem ignorar essas coisas e prestar um culto a Deus com sinceridade. Outros, como é o seu caso (e confesso que o meu também), tem dificuldade. Ao invés de oferecer uma adoração a Deus, acabará murmurando e ficando chateado, pois não é isso que a Bíblia nos ensina.
      Embora seja difícil encontrar locais que não ficam falando de dinheiro, talvez seja bom ir cada dia em um local, assim, depois de um tempo você conhecerá quais locais fazem a mesma coisa. Aí você decide em qual se sente melhor e onde poderá, com toda sinceridade do seu coração, cultuar exclusivamente ao Pai.
      Enfim. Essa sugestão não se aplica a todos, mas quem sabe possa ajudá-lo.
      Abraço. Fique na paz.
      Independentemente do que pregam por aí, fique firme no Evangelho de Cristo.

      Excluir
  18. Boa tarde, lendo as discussões acima não contive a vontade de deixar aqui registrado meu relato:

    Sou cristã a 16 anos e a igreja da qual faço parte realiza o Culto de Primícias todos os 1º domingo de cada mês, é uma Festa de alegria e da maravilhosa presença de Deus.
    A equipe de trabalho do Culto fica o mês todo organizando de forma zelosa e dependente de Deus. Trabalhamos com as primícias espirituais que consiste em cada membro convidar um visitante para o Culto (excelente forma de evangelização)e com isso ouvir a palavra de Deus q jamais volta vazia como os senhores sabem.
    Primícias Sociais: Cada Família traz um kilo de alimento para que possamos ter cesta de alimentos aos que dela necessitam, graças a Deus na dispensa sempre tem o que na hora da emergência pode matar a fome de um irmão que esteja precisando ou de alguém da comunidade q não consegue ouvir a palavra de Deus e continuar na fome.
    E neste domingo as ofertas que são pedidas todos cultos muda de nome e se torna primícia financeira, com o mesmo objetivo de toda oferta de qualquer igreja, que é o de mante-la, não sendo usada como oferta para pastor nenhum...não vejo o culto de primícias como uma obrigação, mas sim como um bom exemplo a ser usado nos dias de hoje para o Cristão, é como lembrar de Abraão, Isaque, Jacó, Davi, Moisés que fazem parte do velho testamento, + que Graça não desmerece suas vidas exemplares para os cristãos de hj. Tenho pena daqueles q utilizam o modelo de primícias para o seu prazer e seu enriquecimento. Deus com certeza está olhando e sua justiça não falhará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por compartilhar sua experiência, minha querida irmã. Agora o que eu penso:
      Numa Aliança estruturada no Amor, que foi estabelecida após o sacrifício de Cristo, apenas me soa estranho essa insistência da maior parte dos cristãos em ficarem presos a rituais judaicos, como é o caso de culto ou festa de primícias. Se tivéssemos sido tomados pelo verdadeiro Evangelho de Cristo, não teríamos um dia para convidar pessoas para o culto ou para pregar para elas, não teríamos um dia para dar a elas o que comer e sim, faríamos isso todos os dias, de forma "instintiva" e natural, sem sequer pensar: "hoje é dia de separar 1 kg de arroz". O amor pregado por Jesus é vivo a todo momento e independe de cerimônias. A generosidade com o próximo e ofertas VOLUNTÁRIAS (e não pré-determinadas por um culto temático ou por um pedido do pastor) estão inclusas nesse amor. Infelizmente precisamos sempre arrumar um motivo (ou uma ocasião especial) para realizarmos uma obra que era para estar no nosso "sangue", na nossa essência. Fique na paz.

      Excluir
    2. boa noite lendo e relendo agora entendi que a primicia ao qual me falaram nao condiz a primicia que e' verdadeira ,ou seja primicias sao o que devemos dar do nosso melhor no espirito e nao na carne .muitos pregam amor ao dinheiro mas a biblia fala que as pessoas que nao sao de deus ouem o que diz o inimigo ou seja o amor ao dinheiro que e' o principio de todo mal!enfim concordo com a oferta conforme as possibilidades e o coraçao pois muitos fazem como nossos antepassados doam muito pois querem que todos vejam mas quem doa pouco so' uma pessoa ve e 'e a mais importante ''deus''!obrigado e guardem a fe' irmaos!

      Excluir
  19. Graça e paz, amado Wesley,
    Meu nome é Zenilda, moro em Campina Grande Paraiba, e estou preocupada com uma amiga e irmã em Cristo de uma igreja aqui na cidade, pois ela relatou pra mim que o seu pastor está pedindo 3% das primícias alem do dizimo. Tentei explicar pra ela que isso nao é correto, pois estamos vivendo no periodo da graça e nao da lei, ela chora, pensa em sair dessa igreja (que nao é genuina)mais acha que se sair pode está em pecando. Por favor, gostaria que me explicasse um pouco mais a respeito de primícias pra que eu possa passar pra ela. Um abraço e fica na paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha irmã, não sei mais o que eu poderia dizer. Não sei se seria interessante você imprimir o texto acima e deixá-la ler e tirar suas próprias conclusões... Enfim.
      Festa das primícias fazia parte da cultura judaica. Quando Jesus morreu na Cruz, todas essas celebrações e rituais perderam seu valor. Na graça a nossa "primícia" é espiritual. Devemos dedicar a nossa vida a ele, as nossas atitudes, o nosso amor, reconhecimento e obediência. Isso que ele exige de nós. É claro que devemos ajudar com ofertas voluntárias a obra de Deus, mas a partir do momento que alguem pede ou estipula um valor (percentual), isso deixa de ser espontâneo e não tem nenhum valor para o Senhor. Nossas ofertas (sejam materiais ou espirituais tem que partir do nosso coração). Quando ficamos presos a essas tradições judaicas é como se falássemos pra Deus: "o Senhor mandou em vão o Seu Filho para morrer por nós, para nos libertar da maldição da Lei.. Abrimos mão desse sacrifício e preferimos a Velha Aliança". Aí é com cada um. Aceito o sangue de Cristo derramado na Cruz. Agora, se muitos preferem as velhas tradições que não tem o poder de purificar o homem do pecado e só servem para amaldiçoar quem não as cumpre, é com eles e com Deus.
      Fique na paz.

      Excluir
  20. Concordo plenamente c/o autor Weslei Camara, Oferta, dizimo, tem que ser um ato de fé e amor! Da quem quer e obedece quem quer ser abençoado!...Agora as primícias já é tudo o que Weslei Camara disse!, pois se temos q usar alguns versiculos soltos da LEI DE MOISÉIS, devemos obedecer aos 613 ou mais mandamentos q o povo de ISRAEL tem como um o povo, q DEUS escolheu p/si! nós fomos emxertados a essa oliveira! Certo? Graça ou lei mosaica? Judeus por herança, ou gentios?? Vamos estudar mais a biblia povo!! e para de discutir coisas q ñ temos absoluta certeza!...

    ResponderExcluir
  21. Cade os orfanatos e azilos com esta na biblia, que temos que cuidar

    quando falo para alguns pastores para que haja mantimento em minha casa, eles dizem que e espiritual.

    Eles gozam do dinheiro e seus beneficio, mais o povo necessitado com com alimentos espiritual, sendo que os pobres, viuvas e o os orfaos vivem pedindo cesta basicas em igreja catolica e repartição do governo, pois a igreja nao faz o que esta escrito na biblia - Pastor Dorival.

    ResponderExcluir
  22. amigos, dizimo, oferta, primicias sao to de fé se algem tem fé Deus vai abençoar se o pastor distorse é problema dele mas isso nao impede o irmao ser abençoado nao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só não consigo ter fé em algo sem base bíblica e fruto de pura distorção.
      Fique na paz

      Excluir
    2. ola ! achei esta pagina por acaso e pude acompanhar algumas palavras, e resposta .eu estava procurando alguma coisa da palavra de Deus, para que eu pudesse-se aprofundar mais, e ter mais conhecimento, porque hoje mais uma vez eu pude ver uma alma se entregando para para Jesus com lagrimas. mas ao ler fiquei pasmo como tem tantos crentes, se é crente perdendo o tempo com quem tá certo com quem tá errado e tantas vidas indo para uma eternidade sem cristo , e nós perdendo o tempo com discuções e brigas, naquele dia o Senhor fará diferença daquele que serve e doque não serve. me descupe. eu só quero ir para o cêu morar com Jesus. obrigado

      Excluir
    3. Olá, anônimo... Cada um tem um chamado e as funções no Corpo de Cristo são diversas, certo? Meu chamado é para ajudar as pessoas no que diz respeito a refletirem sobrem os enganos e assim, fugirem deles. Não creio que o que se prega pela maioria em nome de "jesus" seja Evangelho, pois não tem a ver com os evangelhos que encontramos nas Escrituras. Jesus tratava cada "pecador" com amor e carinho, mas quando o assunto era hipocrisia e mentiras de enganadores, as palavras ficavam duras. Paulo combatia heresias (citando publicamente o nome de hereges) tanto quanto explicava como era realmente o Evangelho. E ele nos deixou um importante ensino: "Sede meus imitadores, assim como sou de Cristo". De forma alguma suavizarei o Evangelho para satisfazer a maioria das pessoas. Não há barganhas, nem conluios a fazer. Não é briga, é zelo e desejo sincero de tirar muitos irmãozinhos enganados do buraco. E tenha certeza: ninguém é salvo por esse "jesus" barganhador e interesseiro que predomina por aí. Então, cuidado! Ou é Evangelho, ou não é. Sendo assim, mesmo levando pedradas, continuarei anunciando o Evangelho da Cruz, puro e simples. Fique na paz, amigo (a). Abraço

      Excluir
  23. Na igreja que frequento com minha esposa damos as primicias.A miha esposa entrega a primicia dela para a esposa do pastor ou seja a pastora.Isso e correto e biblico ou não. Tire minhas duvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jefferson.
      Releia o texto, principalmente 3º e 4º parágrafos, que foi discutido o uso das primícias pelos líderes religosos.
      Como se vê após a leitura do texto todo, "Primícias" não deveriam existir no nosso meio. Se existem é porque alguns religiosos encontraram mais um meio de extrair dinheiro dos fiéis. E se nem as primícias tem respaldo bíblico, pior ainda é quando é para uso próprio do pastor.
      Essa é a minha visão.
      Fique na paz.

      Excluir
  24. Graça e paz de Cristo.


    Goatariade parabeniza-lo pelo excelente texto.

    Nem um lider é um Deus todos erram.

    Atos 17:11

    Joao 17:17

    ResponderExcluir
  25. nao sou pastor mas sou primiciador dizimista e ofertante sim e sou feliz pq deus tem me horrado em todasas areas da minha vida obrigado jesus por tudo amem e a paz seja com todos

    ResponderExcluir
  26. algumas pessoas deveriam pelo menos tentar abrir a mente pelo menos ao que estao lendo..
    caro wésley me explica na minha ignorancia,eu entendo que antes a primicia era levada ao templo para ajudar na manutenção do sacerdote que ficava o tmpo todo ou grande parte do tempo dentro do templo servindo a DEUS e não tinham outra renda ,hoje muitos desses pastores de certa forma nos obrigam a dar primicias(porque de certa forma nos fazem sentimos culpados se não dermos dizendo qu não seremos abençoados)eles já recebem salarios da igreja e na maioria das vezes não estão disponíveis para atender os fiéis . um abraço

    ResponderExcluir
  27. Querido Weslei, eu acredito que a Fe e que faz toda a diferença na vida de um cristão. Eu penso que os meus entendimentos mesmo sendo baseado na palavra não são totalmente corretos para ir contra a Fe de alguém. A palavra pregada sem a intenção de retirar de alguém para si e que faz a diferença. Não podemos generalizar a todos que acreditam na oferta de primícias, pois a Fe e que move Deus a favor a nos. Querido Weslei, pense mais em pregar ou ensinar contra aqueles que são contra a nossa Fe, o cristão já persseguido demais por aqueles que não professam a mesma Fe, prossigamos em Paz.Ass: Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo. Nossa fé deve ser exclusivamente no Evangelho de Jesus Cristo (é isso que devemos seguir). Se alguém distorce a Palavra de Deus essa pessoa está indo contra a nossa (pelo menos a minha) fé, certo? Aprendemos no próprio Evangelho que seja anátema aquele que pregar algo além disso como se fosse a Palavra de Deus. Se uma pessoa foi erroneamente ensinada que as primícias fazem parte dessa vontade de Deus para nossas vidas, a ela deve ser mostrada a Verdade. Se ela tiver consciência que essas primícias nada tem a ver com Jesus Cristo mas mesmo assim ela vai participar com essa consciência, aí é outra história. Agora o que fazem é ensinar doutrinas humanas como se fossem ensinamentos da Nova Aliança e enganam multidões. Não ensinando o Evangelho Jenuíno e deixando que esse "evangelito" moderno faça cada vez mais "vítimas" é negligência e cumplicidade da nossa parte. Nego-me a participar disso. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  28. O dono dessa pagina só pode ser lobo vestido com pele de ovelha, deve ser alguem que tentou ser lider e foi regeitado como saul. critique Davi e sera o proximo sacrificio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, meu querido, você foi infeliz no seu julgamento, pois nunca tive o desejo de ser líder e muito menos fui rejeitado. Só lamento o fato de você demontrar um apego gigantesco à Velha Aliança e um desprezo ou desconhecimento total do Evangelho de Cristo (não do Evangelho religioso). Se tiver argumentos (ou contra-argumentos em relação ao que foi afirmado no texto) para enriquecer nossa discussão, fique a vontade para postá-los aqui. Ao meu ver, lobos são aqueles que usam o nome de Jesus para justificar suas ganâncias financeiras. Abraço.

      Excluir
  29. O autor não se obriga a aceitar comentários:
    - Com único intuito de propaganda.
    - Anônimos sem identificação na mensagem*.
    - Duplicados.
    - Relacionados à parceria (envie pedido/recado por email).
    - Não relacionados ao assunto da postagem.

    So coloca entao oque é do interesse pois criticar é facil, o dificil é aceitar criticas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Permita-me responder:

      1 - Não aceito propagandas mesmo, pois a intenção desta página é divulgar o Evangelho e discutir se as atuais condutas tem a ver com Ele.
      2 - Por questão de bom senso quem comenta não deve por exemplo falar sobre "música" em um post sobre dízimos... Cada assunto tem seu espaço e estou tentando manter a organização da página, para facilitar para os leitores.
      3 - Não faz sentido aceitar comentários duplicados. Basta um, já que o conteúdo é o mesmo.
      4 - Pedidos de parceria não fazem parte do assunto do post e não com certeza nenhum leitor terá interesse em ler esse tipo de comentário, portanto, essas questões devem ser resolvidas via email.
      5 - Agora há no blog a opção de responder cada comentário individualmente, mas quando as regras foram elaboradas, não era assim. As vezes tinha 5 comentários anônimos, então como eu iria responder, me referindo a cada um. Se tivesse um nome, ajudaria, certo?
      Porém veja que eu coloquei "não me obrigo a aceitar". Não disse que não aceito. Tanto é que nunca censurei nenhum tipo de comentários. O que acontece também é que podem surgir comentários anônimos para enviar SPAM ou apenas para dar "trotes". Em que isso acrescentaria?

      Acredio que vc seja o mesmo anônimo que comentou horas atrás (desculpe se estiver equivocado, mas viu como uma não identificação atrapalha?), portanto percebeu que seu comentário foi aceito normalmente. Leia os comentários deste post, do post de dízimos, de usos e costumes... repare que em todos há comentários concordando e discordando com o texto. Censura é algo que nunca defendo. Pelo contrário, combato. Quer uma prova? Critique a vontade e verá que não será censurado, a menos que tenha palavras chulas ou algo do tipo (ou talvez, se não tiver nada a ver com o assunto discutido).

      Veja que no menu do blog, no item "Quem somos" está escrito:
      "Leia; comente; discorde; discuta. Sua participação é muito importante!"

      Também está escrito:
      "Não sou o "dono da verdade" (escrevo apenas o meu ponto de vista) e, por isso, ficaria muito feliz que você, leitor, comentasse, discordasse e argumentasse. Tenho facilidade em assimilar críticas e não tenho nenhuma dificuldade em assumir os meus erros e voltar atrás. A única regra é que tudo seja feito com respeito e educação, afinal, todo servo de Deus tem essas características."

      E isso está lá há muitos meses. Não coloquei agora.
      Abraço.
      Fique na paz e sinta-se livre para discordar.

      Excluir
  30. nao concordo amem crente que nao devolve o que pertence ao senhor =DIZIMOS,OFERTAS,PRIMICIAS E VOTOS estao lesando o SENHOR amem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro "Anônimo", onde seria a casa do tesouro? onde estão os levitas para receber? e os sacerdotes? desculpa, mais gostaria de saber com base nas escrituras, pois o manual do crente não são idéias sem referência bíblica, porém a bíblia.

      Excluir
  31. ESSE BLOG É UMA ERESIA TOTAL...CAIAM FORA EVANGÉLICOS DE JESUS CRISTO REI DOS REIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado (a) leitor (a) não identificado (a). Aqui todos tem liberdade de expressão, mas essa sua acusação só terá algum fundamento quando baseá-la no Evangelho. Por favor, mostre-me (e mostre a todos os outros leitores) onde estão as heresias (afinal baseei meus argumentos no Evangelho de Jesus, bem diferente do que você acabou fazendo). Se me mostrar onde errei, não terei nenhum problema em aceitar e ainda farei questão de me "justificar" publicamente. Se defender o Evangelho puro e Simples for ser Herege, Glória a Deus por isso! É o meu desejo! Afinal serei herege da religião e não da Palavra de Deus. É melhor ser condenado pelos cristãos gananciosos e usurpadores, que querem usar o nome de Jesus para arrecadar dinheiro, do que ouvir de Deus naquele dia: "não te conheço". Jesus foi morto pelos religiosos, os apóstolos e a igreja primitiva foram perseguidos. Acha que eu espero moleza? Nunca esperei por isso. Só quero divulgar o que é Evangelho e o que é "Palhaçada Gospel"! Abraço. Fique na paz!

      Excluir
  32. Caro irmão Wésley Câmara,um certo irmão pediu para visitar seu blog porque ele leu este seu estudo sobre primissias e ficou confuso fiz isto hoje e fiquei maravilhado da sua coragem em falar a verdade beseado nas sagradas escrituras ,sou pastor da igreja asembleia de Deus ministerio do Belem e a um ano meu pastor presidente criou em nossas igrejas a festa das primissias afirmando que DEUS visitou ele e orientou para fazer isto e na primeira que fez já rendeu uma fortuna pois antes fez uma lavagem celebral no povo e os irmãos ficaram taõ impolgados que tem alguns até pedindo oportunidade na igreja para contar que depois que deu as primissias aconteceu varios milagres na sua vida, fico preocupado com esses pastores pois vejo que sã0 amante de si mesmos, aqui na minha cidade não tem nenhuma obra social realizada pela igreja, infelismente o amor ao dinheiro tem tomado conta dos pulpitos de nossas igrejas será até onde isto vai chegar já tem alguns pregando até trizimo,e na igreja mundial o apostolo Valdomiro esta fazendo um desafio de fé a pessoa dizima em novembro e dezembro a quantia equivalente a o que quer ter de renda mensal em 2013,e assina o livro dos dizimistas e no final de dezembro ele mais 12 apostolos vaõ levar estes nomes para orar no mante em israel para DEUS Cumprir o desejo dos contribuintes, que tamanha enganação,acho que isto caberia até uma ação civil publica envolvendo até a policia federal para dar um basta nestas coisas voce não acha,a atitude destes homens estão enquadradas em ezequiel 34, fique em paz, não desanime continue orientando o povo a ficarem mais espertos com estas erezias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô meu querido, fico muito feliz em saber que ainda temos pastores sérios que lutam pelo Evangelho de Jesus Cristo. Infelizmente hoje em dia é só criticar essas coisas que 99% dos pastores já ficam uma fera, pois tornaram-se amantes do dinheiro e escravos da religião e de seus superiores. Essa questão do "dízimo do que você quer ganhar em 2013" foi uma das maiores palhaçadas, cachorradas e ladroagens (desculpe-me pelos termos, mas não tem como usar palavras mais "light") que ocorreram nos últimos anos. Triste é saber que tem muita gente que acredita nesses "caras" e nesses ensinamentos que só podem vir das profundezas do "abismo", pois o homem, por mais carnal que seja, dificilmente conseguiria roubar seu próximo assim com tanta "cara de pau". Mais uma vez, desculpe-me pelo desabafo. Fique na paz. Abraço

      Excluir
  33. Ao Wésley e aos demais em primeiro lugar não sou pastor, ok? Rsrs... São normais estes comentários, pois, primícias e votos não são pra qualquer um, existem tanto exemplos na bília que falam de primícia, ofertas e dízimo... Onde está teu coração? Veja o exemplo de Silas Malafaia que ofertou na vida de Mike Murdock... Pouco tempo alguém o abençoou com um avião, mas avião não é grande coisa, o que é o dinheiro (avião) se comparado a salvação do cristão? A primícia pode ser feita na vida da sua mãe, pai, pastor e etc..., pois, deve-se honrar a Deus em primeiro lugar e depois quem merece honra. Sugestão a quem primicía, não negocie com Deus e você será abençoado... (II CORINTIOS 9:10 Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também dará e multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado por expressar sua visão, Huan!
      Primícias e votos realmente não são pra qualquer um, NÃO SENDO para todos aqueles que aceitam o sacrifício de Cristo na Cruz, quando todas nossas dívidas foram pagas. Ou seja, aceitar o Evangelho genuíno implica em não aceitar essas "obras" da lei. No novo testamento apenas permanecem as ofertas voluntárias, movidas pelo amor, de acordo com o coração de cada um, sempre visando o ensino, a proclamação do evangelho e o bem comum. É como você disse, não existe barganha com Deus. Nada do que fazemos ou doamos vai fazer com que sejamos salvos, pois a salvação é pela graça; nada do que fazemos ou doamos nos dá o direito ou a certeza de uma recompensa financeira por parte de Deus. Deus nos abençoa de acordo com a Vontade dele e não de acordo com a vontade nossa. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  34. Tenho acompanhado já há algum tempo estas discussões sobre primícias ..e notado que cada um dos amados irmãos tem de certa forma sua razão para crer na pratica da mesma ou nao..Bem como que aqui registrar que o Prezado Irmão Wesley usa de um argumentos muito forte e bem fundamentado na Bíblia...e bem verdade que a Bíblia e um livro cheio de contexto..sendo que algumas situações ou fatos registrados nela condizem apenas a o contexto apresentado há aquela época ...Porém quero aqui apenas registrar minha opinião e experiência pessoal quanto a este assunto tão polemico...Acredito que mesmo sendo o uso desta pratica aplicada aos Judeus da época..como foi sabiamente apontado pelo prezado Irmão Wesley...o que concordo em gênero grau e número..Acredito também que o exemplo ou o registro desta pratica pode também ser usado nos dias de hoje..mesmo nao sendo parte de nossa cultura...porém como simbolismo de algo que sirva para edificação de nossas vidas e fruto de bênçãos..Claro que podemos passar anos discutindo este assunto usando passagens bíblicas para dar suporte ao nosso Argumento..porém nao tenho. Nenhuma intenção em fazê-lo!! E fato que temos visto uma proliferação de entidades Chamadas Evangélicas se utilizando desta ferramenta para promover uma doutrina Neo-Testamentaria..onde ao longo dos anos pouco a pouco se anulou a verdadeira mensagem do Evangelho de Cristo que trata do arrependimento dos seus pecados pelo sangue de Jesus ..e o Batismo..mas para anunciar um Evangelho de prosperidade onde a Santificação, uma Vida Separada do Pecado deixaram de ser importantes...visando somente claro o enriquecimento individual ou porque nao dizer uma Demonstração de Poder..esses Lideres Religiosos que GastAm milhões e milhões em shows de televisão , templos que são verdadeira catedrais..em quanto seus membros passam nescessidades ...onde nao uma cura ou transformação legitima pela Gloriosa Palavra de Deus..quando mencionei acima sobre minhas experiências pessoais..quis dizer que aqui nos Usa Onde pastoreio há 20 Anos ..Tenho feito um trabalho no começo de todo ano que chamo de Oferta d Gratidão e primícias.. Onde prego mensagens baseadas neste contexto bíblico sobre ofertas de primícias..dando ênfase simplesmente ao fato de que quando damos com amor o nossos melhor para Deus.. Nao em forma de uma Barganha ou troco..somo abençoados..ricamente..isso tenho vivido aqui..A bíblia apesar de ser um livro onde há uma aplicação contextuai e de época como neste caso.. Continua como um todo sendo a Palavra de Deus escrita...divinamente inspirada que serve para redargüir e orientar...Se você sente no seu coração o desejo de ofertar suas primícias crendo que o Senhor ira te abençoar .. Faca-0 com fé... Pois eu creio que isso será uma experiência pessoal entre você e o seu Deus..nao cabendo a ninguém determinar isso na tua vida.. afinal de contas o Próprio Jesus deu-nos este exemplo quebrando costumes e dogmas...sendo confrontado em todo o tempo pelos doutores da lei..hora questionado do porque operar milagres num Sábado...ou perdoar uma prostituta quando a lei dizia o contrario...fique na Paz
    Pr. Sergio Freitas
    Stamford Usa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário sincero, educado e pertinente, meu querido. Concordo em quase tudo, mas continuo discordando de usarmos festas judaicas na atualidade. Isso é uma forma de judaização dos cristãos. Cristo veio ao mundo, morreu por nós para nos livrar da maldição da lei e trazer um Evangelho de amor, de Graça e nós vamos nos prender a ritos judaicos? É como se disséssemos pra Jesus: "Obrigado, mas isso que o senhor quer tirar eu quero que continue, tá"? Como vimos, as primícias tinham um propósito, dentro de um contexto, que é impraticável atualmente. O que Cristo nos ensinou é ajudar os necessitados, aquele que tem fome, sempre de acordo com nossas possibilidades e de acordo com o nosso coração. Se isso significar dar metade ou 90% do que ganho no mês, ótimo! Não é uma valor determinado ou a primeira ou segunda parte de algo. O "espírito" do Evangelho não nos ensina isso e essa simbolização não tem mais sentido após o sacrifício de Cristo na Cruz.
      Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  35. I Corintios 9:6-18
    6 - Ou só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?
    7 - Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não se alimenta do leite do gado?
    8 - Digo eu isto segundo os homens? Ou não diz a lei também o mesmo?
    9 - Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura tem Deus cuidado dos bois?
    10 - Ou não o diz certamente por nós? Certamente que por nós está escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança e o que debulha deve debulhar com esperança de ser participante.
    11 - Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais?
    12 - Se outros participam deste poder sobre vós, por que não, e mais justamente, nós? Mas nós não usamos deste direito; antes suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo.
    13 - Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar?
    14 - Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.
    15 - Mas eu de nenhuma destas coisas usei, e não escrevi isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória.
    16 - Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!
    17 - E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada.
    18 - Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de graça o evangelho de Cristo para não abusar do meu poder no evangelho.

    as ofertas de primicias nao sao as do antigo testamento, sao uma demonstracao de que temos muito reconhecimento pelo que o ministro nos dá, e naturalmente queremos retribuir tambem (nao apenas com bom testemunho e boas obras) com uma oferta que poderá servir como um presente a alguem que voce ama. nao sendo uma obrigação, mas um ato de reconhecimento para quem quiser participar, nao deixando de ser abençoado o cristão que nao quiser participar de tal ato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu (inha) querido (a). Em momento nenhum fui contra as ofertas. Isso tem todo apoio no Evangelho, assim como o sustento (não disse enriquecimento) daqueles que dedicam sua vida para instruir as "ovelhas". O problema é a manutenção dessas festas judaicas (Primícias). Onde neste texto ou no Novo Testamento todo há suporte para essa "judaização"?
      Abraço
      Fique na paz.

      Excluir
    2. SALDO MEU IRMAO COM SANTA PAZ DO SENHOR . E ORO A DEUS QUE ESPIRITO SANTO DE DEUS T INDUZA AO CAMINHO QUE T LEVARA AO CEU PARABENS PELO GRANDE ENSINAMENTOS QUE NOS DEU ATRAVES DAS PALAVRAS DE DEUS DE GRACA RECEBEU E DE GRACA NOS DEU CONTINUE SENDO BENCAO DESSA MANEIRA JESUS NAO AGRADOU A TODOS E FICO TRISTE POR SABER QUE CONTINUA NAO AGRADANDO A TODOS MUITOS NAO DIZEM PRA JESUS QUE SO A GRACA DELE BASTA QUEREM MUITO MAIS E ISSO TERMINA NO INFERNO ACEITO TODAS AS PALAVRAS DO IRMAO PRA MINHA VIDA ..DEUS ABENCOE

      Excluir
  36. Quando gastamos tanto tempo para criticar e que com certeza estamos errado, deveria gastar tempo a fazer a vontade de Deus ganhar almas e falar sobre ensinamentos biblicos, quem é de Jesus ora pelos erros se os acha e tenta entender, a vontade de Deus é maravilhosa, devemos amar e orar por Israel, e qual o problema de ter uma bandeira na igreja? Muitos dizem que conhecem a Deus realmente so de ouvir falar pq os que andam com Deus não fica descutindo coisas banais laentavel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez porque sejamos brasileiros e não israelenses; talvez porque Jesus tenha instituído a Nova Aliança, deixando a Lei para trás; talvez porque Paulo criticava aqueles que ensinavam "um outro evangelho", inclusive citando o nome dessas pessoas... Enfim, poderia ficar horas citando motivos, mas acredito que esses bastam. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  37. Mr. Wesley Camara, poderia fazer a gentileza de comentar ou responder o que disse o Pr. Sergio Freitas de Stamford, USA no dia 15 de Dezembro de 2012 ? respondendo comentários inteligentes como o dele faz com que a gente possa entender ou pelo menos tentar entender os diferentes pontos de vista. Thanks.

    ResponderExcluir
  38. esse rapaz que fez esse estudo não entende nada, pois eu tenho certeza que não existe inspiração de Deus em tudo o que ele escreveu, pois se houvesse ele não teria escrito essa besteira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas foi mostrado no texto o que as Escrituras dizem, tendo o Evangelho (Jesus, a Graça) como ponto de partida para a sua interpretação. Você só atacou o "rapaz que fez esse estudo" e não usou um argumento sequer. Caso queira apontar onde houve alguma deturpação das Escrituras (ou "besteira", como você chamou), por favor, especifique. Será muito útil para o crescimento dos leitores, incluindo nós dois. Obrigado. Fique na paz.

      Excluir
  39. Li hoje esses comentários, sou batizado desde de 2003. O que me deixa mais triste, é ver pessoas que se dizem evangélicas, discutindo coisas desse tipo. Vocês precisam orar mais, e buscar o Poder de Deus e vão se converter de verdade. Quem é o homem, para dizer que isso ta certo ou errado? Tudo é permitido por Deus. Querem fazer algo? Faça o que é mais importante. Busquem ser batizados com o Espirito Santo, vão nas favelas, e preguem a palavra de Deus, para quem tem fome e sede de ouvir a Palavra de Deus. Vão orar pelos enfermos e doentes para serem curados. Vão orar pelos quem tem demônios e libertem essas pessoas que estão cativas nas mãos de satanás. Isso se realmente, vocês, tem crédito com Deus. Porque senão, vão passar vergonha, na frente das pessoas e serão humilhados por satanás. Isso que vocês estão discutindo, é só perca de tempo. Deus Ele faz o que bem entender. Usa quem Ele quiser, na hora que Ele quer, como quer.
    A tempo para tudo, tanto no Velho e Novo Testamento.
    Lembre-se, Deus, trabalhou na vida de Moisés, um ex-assassino,e foi um dos responsável para libertar o povo de Deus no Egito. Usou Paulo, assassino de vários Cristãos, e acabou sendo um dos grandes pregadores da Palavra de Deus. Agiu na vida de Davi, um homem que mandou matar outro só pra ficar com a sua mulher. Além do mais, Davi era assassino e matou muitas pessoas, e Deus teve misericórdia dele. Aí vem vocês, até parecem que não tem o que fazer? Vão ler mais a Bíblia e sair pelas ruas "Pregando a Salvação".
    Ah, estava me esquecendo! Será que esse tal de Wésley, tem crédito com Deus e autoridade para expulsar demônios???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querido (a). Vamos por partes.
      1 - Não se preocupe com tempo de batismo, pois isso não significa nada. Conheço pessoas que foram batizadas "ontem", mas que tem um crescimento diário não só de conhecimento, mas também de intimidade e comunhão com Deus. Conheço outros que foram batizados há 40 anos, mas que na verdade tem apenas um dia de fé. o resto, foram 40 anos de repetição desse primeiro dia, ou seja, estão da mesma forma como começaram a caminhada.
      2 - O que é conversão para você? Desculpe eu estar supondo sua resposta, mas acredito que ache que é aceitar a Jesus em uma igreja e seguir os seus ensinos. Porém, isso é conversão à religião. A verdadeira conversão é ao Evangelho, em que a pessoa passa a viver segundo a vontade de Cristo.
      3 - Os homens que estão na presença de Deus possuem dicernimento para saber se um ensino procede ou não de Deus. É isso que o Evangelho nos ensina o tempo todo. Paulo combatia as heresias de sua época e criticava duramente os hereges, citando até seus nomes.
      4 - Devemos pregar nas favelas sim, mas também para os chamados cristãos, pois 90% dos cristãos, na minha opinião, são cristãos do cristianismo e não, cristãos de Cristo. Ou seja, ter uma religião, ser evangélico, não é sinônimo de conversão. Igreja para Jesus não é instituição religiosa, como a maioria das pessoas considera.
      5 - O fato de criticas falsos ensinos não impede de pregar em favelas ou de orar para doentes ou endemoniados.
      6 - Satanás não tem nenhum poder contra aquele que teme e segue a Cristo, pois quem crê no Evangelho tem o lema: "nenhuma condenação há para quem está em Cristo".
      7 - Tudo é permissão de Deus realmente, pois tudo vem de Deus, tudo foi criado por ele. Será que os falsos profetas vieram de outro mundo? Será que os assassinos não foram criados por Deus? Claro que foram! Porém o homem, por sua natureza pecaminnosa, muitas vezes escolhe o caminho de trevas e Deus não vai o impedir de fazer isso. Porém, naquele dia vão dar conta. E também vão dar conta todos aqueles que tiveram condições de fazer o bem (como evitar que mais pessoas fossem enganadas por falsas doutrinas) e não fizeram. Leia o livro de Tiago.
      8 - Deus trabalha na vida de homens maus, porém isso não significa que ele aprova suas maldades. Em momento nenhum nesse texto condenamos alguém. Foi combatido apenas essa festa judaicas que muitos cristãos insistem em defender. Portanto, não entendi o que tem a ver os exemplos que deu com o assunto "primícias".
      9 - Para finalizar: fico profundamente entristecido em ouvir de um cristão há 10 anos sua última frase. Não porque me senti atingido e sim, pq vc ainda não entendeu que quem opera milagres e expulsa demônios é Deus e não nós. Quando o indivíduo está mais confiante em si mesmo, achando que é santo, que está preparado aí é que está o perigo. Quando ele se sente o maior dos pecadores, mas tem a consciência limpa perante Deus, que está dando a sua vida para que o Evangelho seja pregado através da vida dele, e que através da Graça de Deus ele foi justificado pela fé, aí que Deus opera. Não há nada que possamos fazer para ter "mais poder". Se cremos no Evangelho da Cruz, aquele que Cristo cravou de vez nosso escrito de dívidas, estamos justificados e é este amor divino, em nós, que expulsará os demônios. Se estivermos na presença de Deus de forma consciente e sincera, sem o espírito de religiosidade farisaica, o poder de Deus estará em nós e estaremos a todo momento prontos para esse tipo de situação. Agora, se o indivíduo achar que precisa fazer algo para "comprar" créditos com Deus, não é no Evangelho genuíno que crê. No máximo teve uma conversão à religião.
      Desculpe-me pela extensão e também se fui duro nas palavras, mas o Evangelho de Cristo (e não esse moderninho, da moda) é assim. Simples e direto. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
    2. puxa! irmão Wesley, peço a Deus que ele me capacite como vc para falar a verdade com convicção na palavra da verdade, sou cristã a 20 anos, e infelizmente, hoje vejo que vivi foi de religião como fui ensinada todo esse tempo... Ufa!!!!

      Excluir
  40. Wesley, A Paz do Senhro!
    Você poderia por favor analisar o texto do site http://estudos.gospelmais.com.br/a-lei-das-primicias.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Dando uma lida mais do que rápida, devido à falta de tempo, posso dizer que quase tudo já foi comentado aqui no texto. Os argumenntos do texto que sugeriu são baseados quase totalmente no Velho Testamento, no contexto da Lei de Moisés. Portanto, usá-los para defender essa festa dos judeus para os "cristãos" é no mínimo incoerente, visto que Cristo cumpriu e cravou na cruz todas as nossas dívidas. Devemos viver o Evangelho, que é Cristo, que é Graça, que é amor. Tudo o que fazemos, inclusive ofertas e ajuda ao próximo deve ser por amor. Os rituais (como separar 1ª parte) não tem nenhum valor no Novo Testamento. Festa das primícias é uma festa de tradição judaica e não somos (pelo menos eu não) judeus.
      O texto de Mateus 6:33 nada tem a ver com o assunto. Foram aplicações fora de contexto para justificar uma opinião (ao invés de formar a opinião a partir dos textos).
      - Testemunhos pessoais (como a da "bike" não se discute, pois depende da fé e da interpretação de cada um). Se a pessoa vê que uma bicicleta está atrapalhando a comunhão com Deus, que desfaça dela. Isso vale pra qualquer coisa; se quer doá-la como oferta, cada um faça conforme o seu coração.
      Quanto aos demais trechos bíblicos, ou já foram discutidos neste texto ou não fazem parte do contexto das primícias e foram usados de forma "pescada" nas Escrituras para justificar algo que nada tinha a ver com o assunto original.
      Para concluir, a frase usada pelo autor: "Quando honramos ao Senhor com as primícias de nossa renda, Ele também nos honra em nossas finanças" mostra que houve apenas no texto sugerido a defesa da tão conhecida "teologia da prosperidade". Se alguém me provar no Evangelho essa promessa, faço questão de retratar-me publicamente por tudo o que defendo sobre Cristo, Graça e Evangelho.

      Espero ter respondido, pelo menos em parte. A falta de tempo não me permite entrar em mais detalhes no momento. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  41. FALAM DA PRIMICIA? E VC QUE É SEGUIDOR DE SISTEMA CONSTANTINIANO DE DOUTRINA LUTERANA E CALVINISTA. ESSA PORCARIA DE RELIGIÃO. ADORADOR DE HORUS. FALAM DE GRAÇA E NEM MESMO ESTÁ NELA. CRE RM TEOLOGIA E É UM PAPAGAIO REPETINDO SEDIMENTAÇÃO DO QUE LE SUPERFICIALMENTE. VAI ARRUMAR ALGO PARA FAZER.

    ResponderExcluir
  42. irmão Wesley Camara, to contigo! é chegado o TEMPO em que Deus vai levantar homens corajosos para levar a palavra de Deus a serio e não ser mais "vítima" (porque não querem ler e meditar) muitos dos que não concordam estão com "escamas" nos olhos e não tem humildade de pelo menos ler a biblia e não ser "maria vai com as outras" (me desculpem a sinceridade) e preferem ser enganadas por esses bando de canalhas que se dizem "pastores" o Apostolo Paulo disse:
    Se alguém, homem, mulher ou até um anjo do céu, nos anunciar outro Evangelho ou outro Jesus, que não o que vos tenho pregado, seja anátema (maldito) (Gálatas 1;:8-9)

    sinceramente esse "Jesus" que estão pregando não o conheço!
    infelizmente há anátema em nosso meio!
    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  43. Caro Wesley Camara,
    Gostei muito a forma com tu abordou este tema das "Primícias".
    Pessoas que dizem ou usam como desculpa, a manutenção dos templos com as ofertas e dízimos são ingênuas ou tem interesse próprio nestas "Primícias". Conheço bem uma denominação (que prefiro não citar aqui, pra não gerar mais conflito) que vive e sustenta muito bem os seus templos de adoração que estão sempre bem arrumados, limpos e nunca deixam de pagar suas contas e seus impostos, e os seus líderes tem os seus trabalhos e empregos com seus salários próprios e não recebem nenhum tipo de recompensa e muito menos salário pelas atividades e responsabilidades que eles tem dentro da organização. As ofertas voluntárias além de servir para pagar as contas e os gastos do templo,servem para dar assistência aos fiéis que as vezes necessitam etc. e os seus templos são magníficos e bem decorados, e ninguém é obrigado a dar o dízimo obrigatório, mas apenas voluntariamente assim como os líderes guiam os fiéis de forma voluntária e impecavelmente de forma correta e não vejo nenhum deles, passar necessidade ou ter problemas etc. Aí me pergunto, pq as outras igrejas não fazem o mesmo? para que um templo gigantesco com milhares de pessoas passando necessidade e buscando um pouco de consolo e desejando uma fatia daquele conforto e prosperidade que veem nos templos onde ainda são "incentivados" a doar mais pra poder ganhar mais??? é isso??? seguir a palavra de Deus a risca, ninguém quer é?

    ResponderExcluir
  44. Primicias no At não era dinheiro,vai ler de novo todos os textos compartilhados,nos comentarios.

    ResponderExcluir
  45. primicias não é dinheiro favor ler novamente todos os texto mencionados.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  46. Ja vi que você é primiciador.

    ResponderExcluir
  47. Explica pra mim o que DEUS se agrada em nós?

    Me explica então porque o dinheiro é a única coisa que compete com o amor de DEUS?

    Sabe porque as pessoas ficam "indignadas" quando se fala em dinheiro na igreja? Porque os seus corações estão divididos entre DEUS e o dinheiro.

    Passei muito tempo da minha vida cristã indignado quando se falava em dinheiro na igreja, mas como diz a palavra de DEUS: Fazei prova de mim, e através dessa prova que fiz com DEUS tive total e absoluta certeza de que quando nos desligamos dos bens materiais e nos ligamos primeiramente nas coisas de DEUS Mt6.33 o nosso PAI é fiel para cumprir todas as promessas feitas a nós.

    Mt6.21 fala que onde está o nosso coração ali também estará o nosso tesouro. O meu tesouro não ta aqui nessa terra e por isso busco as coisas de cima, e como o PAI prometeu, sou bem abençoado aqui na terra pois a minha prioridade é o reino.

    Ja vi que o tesouro de muita gente é criticar, vocês estão se afundando em um buraca sem fundo. Acordem pois o Reino esta tão próximo de nós e tão longe para tanta gente.

    ResponderExcluir
  48. Ja eu achei o texto desnecessário, mentiroso, hipócrita.

    Mas DEUS nos alertou ja em sua palavra que haveria muita gente assim nos últimos dias.

    2Timóteo 3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado anônimo, poderia citar os motivos que o (a) levaram a achar o texto mentiroso e hipócrita? Pois acusações soltas assim, sem fundamentação e argumentação, além de não ter nenhum valor acaba tirando a credibilidade de quem faz essas afirmações, além de parecer que é algo pessoal, sei lá... Mas estamos aqui para ouvir e discutir as críticas. Fique à vontade. Enquanto alguns veem os falsos profetas como aqueles que comercializam a Palavra de Deus, outros acham que os falsos profetas são quem os denuncia. Fazer o que... Se o apóstolo Paulo vivesse hoje, seria mais um dos acusados, pois denunciava as heresias e nomeava os hereges. Infelizmente vivemos muito distantes do Evangelho de Cristo e apenas vivemos o "evangelhinho" religioso moderno. Desculpem-me pela sinceridade, mas infelizmente é isso que acontece. Fique na paz.

      Excluir
    2. Mas responder a altura ao Wésley você não responde.

      Excluir
    3. Parabéns pela resposta Wésley, gostei muito do seu blog. Fique na paz do SENHOR.

      Excluir
  49. Dizemos, Ofertas, primícias são bíblicas, na verdade muitos acham argumentos para justificar sua falta de fé, jaranise...
    Se não fosse pelas ofertas e dízimos como aconteceria as construções dos templos, como os pastores iriam se vestir calça e comer,
    Dízimos: é a decima parte do que a pessoa ganha. Devolve ao senhor essa decima parte.
    Ofertas: é um ato de fé e existe vários tipos de ofertas: oferta alçada, oferta sacrificial, a oferta da primícias ...
    É dever de todos entregar o dizimo e ofertar
    Como é dever dos lideres (pastores) administrarem essas ofertas e dízimos.
    A sua preocupação é em como esta sendo usado as ofertas e dízimos
    Não se preocupe que cada um vai prestar conta com DEUS, preocupe-se em usar esse seu instrumento de comunicação pra ganhar almas ao SENHOR e não colocar duvidas na mente das pessoas, levando elas descrença.
    Tem pessoas que leem a BIBLIA mais não conhece a verdade.
    Conheceres a verdade e a verdade vos libertara. Se liberte dessa preocupação de que muitos estão ficando ricos com oferta e dízimos.
    Conheço muitos pastores que fazem a obra do Senhor e os dízimos e oferta não dão nem pro transporte pra ir aos cultos, mais estão lá com fé fazendo a obra.
    Outros usam as rendas da igreja só pras construções dos templos.
    Outros tem realmente carros casas de luxo. (e são bem poucos)
    Não procure enxergar com os olhos matérias, abra os seus olhos espirituais, que deus te abençoe meu filho muitas bênçãos de DEUS para sua vida, que DEUS possa abençoar suas finanças para que você possa oferta ser dizimista fiel sem se preocupar em como seu pastor esta administrando seu dizimo e sua oferta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é justamente esse, Milson. Infelizmente a maioria dos cristãos não entenderam o Evangelho e acham que o ensino de Cristo é para construir templos. A Igreja é viva, são pessoas, não são paredes. Nós somos a Igreja, somos o templo do Espírito Santo (e sabemos que ele não habita em templos feitos por homens)... Somos chamados para SERMOS Igreja, ou seja, servir PARA FORA do templo, no mundo, vivendo o Evangelho de Amor. A obra de Deus se mantém apenas por ofertas voluntárias. Essa é a única contribuição defendida no Novo Testamento. Mas muitos preferem ficarem presos a tradições judaicas, fazendo tudo o que Paulo combateu na Epístola aos Gálatas. É claro que é importante nos reunirmos, como o próprio apóstolo Paulo recomendou, mas isso é uma reunião que pode ocorrer até em um campo aberto. Aí muitos querem fazer catedrais para tirar dinheiro dos pobres, ao invés de ajudá-los. Infelizmente a realidade é essa. Aqui defendemos apenas a Palavra de Deus, o Evangelho puro e simples. Por isso, sempre argumentamos com base no que Cristo ensinou. Opiniões humanas podem até vir em um discurso bonito, mas se não tiver de acordo com o jesus da bíblia, não tem valor... Temos texto sobre dízimo, sobre ofertas. Procure no site. Não se prenda a promessas do Velho Testamento, meu querido. Liberte-se e venha para a Graça! Fique na paz. Abraço

      Excluir
    2. Glorifico a Deus por seus esses comentários neste tema, Wésley Câmara. Estou pela 1ª vez acompanhando esta página e felicíssimo com Jesus Cristo por ver o Evangelho aplicado com a Sabedoria do Espírito Santo, explicitando as Boas Novas de Salvação. Que o SENHOR continue te abençoando, iluminando e usando para a Boa Obra.

      Graça e Paz de Cristo

      Excluir
    3. Muito bom.

      Primeira vez aqui, estou impressionado com a bondade do Espírito Santo para explicitação do verdadeiro Evangelho quanto a este tema, Wésley Câmara. Assim que possível quero retornar e aprender mais e também participar de outros assuntos.

      Que o SENHOR continue contigo com Graça e Paz

      Excluir
    4. Fiquei interessada no assunto em saber realmente o que é primícia,porque na igreja que eu sou,tem esse ato de dasuas primícias ao pastor que é 3% daquilo que você recebe,mas sinceramente eu não dou,primeiro porque se eu desse não seria de coração e segundo porque eu não entendo,cada pessoa fala uma coisa diferente e isso baratina minha cabeça.Eu só oferto ou dizimo se for coração,porque na minha opnião ,Deus se alegra com cristãos que ajudam sua casa de coração,enfim,que Deus iluminr e guarde a todos,Amém :)

      Excluir
    5. Wésley vc só não deve esquecer que na época que Jesus pregou a cultura era totalmnete diferente de hj e que hj é mais do necessário termos grandes igrejas e bem estruturas para termos suporte suficiente para darmos andamneto no reino de Deus. E não se esqueça que Jesus também pregou no maior e mais luxuoso templo da época em Jerusalém. Consulte o livro de Joachim Jeremias: Jerusalém no tempo de Jesus.

      Excluir
    6. Prezado Anônimo...
      O Evangelho é a Palavra de Deus, que é imutável e independentemente de épocas e culturas. Quando Ele diz que a adoração é em Espírito e em Verdade, isso vale para todos! Ele mostrou claramente à mulher samaritana que a adoração a Deus não é recebida por ser aqui ou ali, ou seja, independe de lugar. A adoração é na vida, 24 h por dia, nos mais simples gestos. O reino de Deus não é deste mundo, logo, não é escravo de estruturas criadas pelo homem. Jesus pregou em templos ocasionalmente, quando passava por eles, mas repare que seu ministério, seus ensinos eram nas ruas, nas casas, em barcos, festas... Ou seja, era na caminhada da vida, no dia a dia, em qualquer lugar. Assim devemos ser. O "Ide" nos chama para fora, para iluminar e salgar o mundo. Não nos chama para dentro de 4 paredes. Se pelo fato dele ter pregado no templo fosse mandamento para construir algum, seria mandamento também comprarmos barcos, pois Ele pregou neles. O nosso "congregar" deve ocorrer para que juntos desenvolvamos relações, para que possamos ajudar os novos na fé e para que cresçamos no entendimento da Palavra de Deus. Mas não que isso seja o "Ide e pregai". Não importa se reunimos com nossos irmãos em um templo religioso, em uma sala, em uma praça, em um canto qualquer, pois isso não muda nada. Deus não ensinou uma religião ou uma instituição humana. Ele nos trouxe o Caminho. E é esse caminho que devemos seguir. Quanto ao local de encontro? Pouco importa e cada um tem uma preferência. E mais: a fortuna que muitos gastam com construções gigantescas para mostrar poder e status, poderia alimentar muitos famintos e matar a sede de muitos que estão morrendo neste momento. Pois é... cuidar dos necessitados, isso sim é mandamento. Agora mandamento para construir palácios para Deus, só se for em alguma bíblia que ainda não foi lançada. Jesus ensinou que Deus não habita em paredes e sim, em corações. O templo somos nós e também somos a Igreja. Portanto, se qualquer religião deseja ser Igreja, ela deve viver conforme ensina o Evangelho, senão, será um mero "clube".

      Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  50. Concordo contigo, Wesley, meu querido.
    Seus argumentos são bíblicos, sim. São pessoas como você que Cristo está levantando para a restauração da Igreja dos últimos dias a qual vai derramar poder sobre ela!

    É possível ainda que com bíblia disponível (é provável que não leia) alguém ainda não enxergar os erros evangélicos quando eles estão completamente explícitos, aqui, alí e em qualquer lugar! Quando Deus "Pois dizes: estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, miserável, pobre, cego e nu. Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres.." Ap. 3.17-18
    "Aqueles que as compram matam-nas e não são punidos; os que as vendem [as ovelhas] dizem: louvado seja o Senhor, porque me tornei rico; e os seus pastores não se compadecem delas" Zc 11.5-6
    Por mais que a gente tente dizer qualquer coisa a respeito, a visão que Deus nos deu sobre esse aspecto, eles tentam fervorosamente nos desmintir ( A mim não, a Cristo) sem o mínimo respaldo bíblico, somente com insultos, ofenças e aos berros! E ficamos nessa: "Senhor, quem acreditou na nossa pregação?" E será assim até o dia da restauração!

    ResponderExcluir
  51. Ops, comentario anonimo não era pra ser na verdade. O meu nome é Gabriel. Fica na Paz.

    ResponderExcluir
  52. Não devemos nos esquecer jamais do texto de Mateus 5: 17 ao 20. Acho que isso responde tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contexto, meu querido, contexto! É a partir de Jesus que entendemos todas a escritura. O próprio Jesus explica no versículo 18 o que foi dito no 17. No 17 Ele diz que veio cumprir a lei. Em seguida diz que ela não mudaria ATÉ QUE fosse cumprida. Logo, após ele, poderia ser mudada. E foi, como podemos ver o apóstolo Paulo e o escritor de Hebreus afirmando a todo momento. E lembre-se: "Está consumado". Fique na paz.

      Excluir
  53. Bom Dia Weslei!
    Respondendo seu comentário acima, Não vejo razões para tantas discuções. Na graça não somos obrigados a nada, afinal temos o livre arbítrio. Jesus deixou bem claro que ele expunha o caminho, mas não obrigaria ninguém a segui-lo. A questão dos dízimos e ofertas funciona da mesma forma. Se sentimos desejo ou temos fé para dar Deus se alegrará conosco; pois a própria palavra descreve que Deus ama quem dá com alegria. Ninguém em nenhuma igreja que já fui me obrigou a nada. Não há um contrato lhe obrigando a devolver dízimos ou ofertar nas igrejas. Eles simplesmente falam, mas cabe a nós decidirmos ou não fazer. Falo por mim pratico por amor e digo funciona e muito. Fui muito mais abençoado praticando esse princípio do que antes quando não o fazia. Um Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o que não se pode fazer é somente dar o dízimo para ser abençoado financeiramente!!! É isso que os pastores falam hj em dia!! Se vc passa por alguma dificuldade, a primeira pergunta que fazem é se é dizimista!!! Se vc não for, aí ele achincalham a mente dizendo que vai sair da prova dando o dízimo!!! Isso é para mim, barganhar com Deus!!! É a mesma coisa de dizer assim: Vou dar o dízimo, mas quero ser abençoado financeiramente!!! Sendo que muitas situações que passamos, foi por ter errado no passado em alguma coisa, com comprar além do que se ganha e outras coisas!! O Que a igreja deveria fazer é dar palestras de como administrar as finanças!!

      Excluir
    2. Muito pertinente e sensato o seu comentário, Robi. Parabéns! Abraço

      Excluir
  54. Parabéns, Weslei!!! Deus abençoe sua vida grandemente!!! Já venho a algum tempo me decepcionando com os pastores que vivem pedindo dízimo e outras coisas mais, dizendo que se não der, será amaldiçoado e etc... Por isso, as vezes sou combatido por ter estas idéias de pessoas com a mente cauterizada pela teoria da prosperidade!! Como é bom ver pessoas que combatem estas coisas e por sinal, totalmente embasadas na Palavra!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  55. A paz irmão! Bem, concordo em partes com o que disse. Sou completamente a favor do evangelho puro e simples e acho que as pessoas se apegam a cada dia mais as doutrinas das igrejas e não se preocupam em estudar a Bíblia.
    Mas quanto aos dízimos, ofertas e primícias, discordo TOTALMENTE de você!
    Acho que isso é desculpa que o homem arruma para si mesmo, para não sentir uma certa dorzinha no peito na hora de entregar esse dinheiro ao Senhor.
    Em um determinado momento você fala a respeito dos Pastores, entre outros, serem sustentados por Deus. Claro que aquele que realmente tem esse chamado, Deus não abandonará.

    Mas uma igreja não vive só de ofertas! As pessoas querem que os homens que estão em cima do altar sejam claros na Palavra, ensinem, preguem o evangelho puro e simples. Querem também que eles as aconselhem, ajudem, ajudem os mais necessitados, os missionários, cuidem do templo, façam eventos onde haja comunhão entre os irmãos...
    Mas de onde vem esse dinheiro todo?
    O único meio de eles conseguirem esse dinheiro é trabalhando, se não através dos fiéis.
    E como eles vão trabalhar se eles precisam estudar a palavra mais do que os membros da igreja, precisam saber mais, não tem vida social, não tem tempo nem de ir ao banheiro. Deve estar disponível até mesmo de madrugada, para orar por um irmão abençoado que...NÃO CONSEGUE DORMIR!!!
    Voltemos ao evangelho puro e simples mas voltemos também a simplicidade e ao caráter de Jesus.
    Se as pessoas se preocupassem mais em ler a bíblia e ter INTIMIDADE com Deus, relacionamento, elas deixariam essas questões teóricas de lado, pois aquele que tem relacionamento com Deus e intimidade, tem a paz no coração, tem a luz do Espírito de Deus dentro de si e não precisa de homens para confirmar algo.
    Independente de o seu estudo estar certo ou errado, aquele que tem a vida no altar e busca relacionamento com Deus sabe reconhecer um falso profeta, sabe reconhecer um mentiroso, mas principalmente sabe se aquilo que está fazendo está agradando o coração de Deus ou não.

    Eu dou dízimo, oferta e primícias na igreja onde congrego, quando tenho condições. Mas não faço isso porque é uma lei do antigo testamento ou porque o Pastor diz que isso é honra.
    Independente da palavra do homem, pra mim vem a palavra de Deus em primeiro lugar.
    Faço isso porque amo a vida dos meus pastores, que são bênçãos de Deus na minha vida, tenho profundo e imenso amor a Deus e sinto paz em meu coração.

    Não precisamos desse versículo para cumprir uma ordem, mandamento ou lei:
    E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.
    Gálatas 6:6

    Precisamos desse para tomar QUALQUER decisão:
    E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.
    Filipenses 4:7

    Que Deus nos abençoe e nos dê entendimento!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mariana. Entendo e respeito seu ponto de vista, mas a questão é bem mais profunda e eu seria superficial demais se entrasse em detalhes nesse comentário. Assim que possível colocarei postagens específicas sobre esses temas, mas resumidamente:
      - O evangelho puro e simples não inclui dízimos, primícias ou outras festas/tradições judaicas. A única contribuição financeira são as ofertas, que devem ser sempre por amor e com um objetivo claro: ajudar os necessitados. Até mesmo quando se fala em "sustento" aos pastores, é um ato de amor/reconhecimento das pessoas para com ele, caso não trabalhe e se dedique ao cuidado das ovelhas e à divulgação do Evangelho. De forma alguma isso é avareza ou não querer contribuir, pelo contrário, avareza considero os míseros 10% para quem tem condições de dar mais e avareza é também a tentativa de barganha com Deus, ou seja, a pessoa dá o dízimo como se estivesse quitando alguma dívida com Deus, para escapar de uma maldição ou para ser abençoado.
      - Igreja não é templo religioso. Igreja são pessoas (é viva, não são 4 paredes), que podem se reunir até mesmo em uma praça, sem nenhum gasto. O problema é que queremos mordomia, conforto, mostrar status... Assim construímos belas catedrais, templos luxuosos. A questão é: o novo testamento em momento algum ensina a construir templos. Não é que seja proibido, mas isso é algo supérfluo, pois vemos no Evangelho que cada um de nós é o templo do Espírito Santo, que Deus não habita em templos feitos por mãos humanas e que onde estiverem dois ou 3 reunidos no nome dEle, ali Ele estará. Logo, não faz sentido falar em "dinheiro para a manutenção do templo". Religião para Deus é cuidar dos órfãos e das viúvas... "Religião" para o homem significa "fazer algo que o religue a Deus". Mas fazer o que? Já está tudo feito! O único que pode nos religar a Deus é Cristo e é exatamente esta a mensagem do Evangelho (Jesus veio ao mundo para reconciliar o homem com Deus, não imputando-lhes suas dívidas...). É tudo muito claro no Novo Testamento. A religião humana pode contribuir ou pode atrapalhar a divulgação do Evangelho, depende da honestidade de quem a conduz. Porém devemos ter em mente: não importa qual escolhamos, nenhuma tem poder nenhum de salvar o homem. O que deve haver, no mínimo, é uma honestidade e sinceridade dos líderes religiosos de assumirem: "isso e aquilo que faremos é uma forma nossa de organizar, mas não faz parte do Evangelho". mas não, sempre vemos ensinos humanos pregados como se fossem a Palavra de Deus. E assim as mentes das pessoas vão sendo moldadas e quando ouvem o Evangelho puro e simples, parece heresia, parece algo de outro mundo... O problema é que somos adestrados com uma mente religiosa, como se tivéssemos um chip. Ao invés de pensarmos: "será que a nossa religião está de acordo com Jesus?" Nós pensamos: "Deixa eu arrumar um jeitinho de encaixar Jesus nos ensinos da minha religião". Assim, não formamos a nossa opinião a partir da leitura correta da bíblia e sim, interpretamos a bíblia a partir de nossa visão pré-construída.
      (continua no próximo comentário, logo abaixo)

      Excluir
    2. - Uma prova disso é a visão predominante que o pastor é alguém intocável, o ungido de Deus, que deve ser isento de críticas, que é a pessoa com maior conhecimento. Ao invés de cada um meditarmos nas escrituras (que nos ensina que somos todos sacerdotes, sendo que o pastorado não é um título e muito menos alguém que conduz um culto e sim, um dom dado por Deus. Muitas vezes aquele irmãozinho lá do último banco é um pastor para Deus e o bispo "bambambam" não passa de um falso profeta...), resolvemos entregar nossa vida não na mão de Cristo, o nosso Sumo-sacerdote e sim, entregar nossa vida na mão de um líder. Aí tudo o que esse líder disser, vamos receber como sendo o próprio Deus falando, mesmo que seja uma grande heresia...
      - Quanto ao final do seu comentário, concordo que não precisamos do versículo de Gálatas para nos guiar. E digo mais: Não precisamos de versículo nenhum, pois o que mais temos atualmente são "cristãos de versículos" e as teologias mais absurdas são defendidas também com versículos. Até o diabo tentou a Jesus usando versículos! O que temos que ter é a Palavra de Deus no coração, entender a essência, o Evangelho. Termos a mente de Cristo e sermos guiados por Ele. Saber que NEle, muitas coisas, rituais ficaram para trás, pois eram apenas simbolizações do que haveria de vir. A bíblia toda testifica de Jesus e tudo aquilo que era um arquétipo, uma simbolização, uma sombra, perdeu seu significado quando chegou a plenitude de todas as coisas, que é Jesus. Todos esses estudos bíblicos (inclusive este texto), fazendo interpretação de trecho por trecho, seriam desnecessários se todos entendessem que a bíblia toda fala de Jesus, sendo assim, devemos entendê-la a partir dEle. O que estiver escrito que for coerente com o que Cristo ensinou e viveu, é válido. O que parecer infantil ou apenas uma simbolização (como boa parte do antigo testamento), caiu em obsolescência, era apenas sombra, como Paulo e o autor "de Hebreus" sempre diziam, de forma claríssima. Enfim, esse é o entendimento que tenho lendo a bíblia tendo Jesus Cristo (e nada mais) como a base de qualquer interpretação.

      Obrigado pelo comentário e fique na paz.
      Abraço

      Excluir
    3. Querido irmão wesley quero aqui deixar claro que sou evangélica já algum tempo e tenho contribuído com os meus dízimos e minhas ofertas voluntárias e DEUS tem abençoado muito a minha vida com isso pq como diz a palavra de DEUS em malaquias 3 , que era pra fazer prova e eu fiz e DEUS respondeu ás minhas orações...mais não concordo com alguns pastores com a prática de oferta de primicias até daríamos se não fossem obrigatórias e sim voluntária como faço com meus dízimos e minhas ofertas, pode até ser que o dizimo seja uma prática judaica mais pratico e isso tem me ajudado e não atrapalhado a minha vida financeira...mais daí forçar a dar a oferta de primicias ai já é demais....fique na paz

      Excluir
  56. SOU CRISTÃO. CREIO NO DEUS QUE TUDO CRIOU. NADA, NADA CRIA. TODA A CRIAÇÃO NÃO VEIO DO ACASO. MAS NÃO CREIO NO DEUS DO MARKETING, DOS SHOPPINGS E INDÚSTRIA DA FÉ. DOS PREGADORES FAMOSOS, ARTISTAS... QUE DEIXAM JESUS EM ÚLTIMO LUGAR, E ATÉ ESQUECIDO DEVIDO O INTERESSE TÃO SOMENTE DO FATURAMENTO FINANCEIRO.
    DEUS ACIMA DE TUDO É AMOR, IGUALDADE, CARIDADE, COMUNHÃO COM A ESPIRITUALIDADE DIVINA, SANTA.
    JESUS DIZ: VOCÊS CURARÃO ENFERMOS, EXPULSARÃO DEMÔNIOS E RESSUSCITARÃO MORTOS. DAI DE GRAÇA O QUE RECEBEIS DE GRAÇA.
    DIZ TAMBÉM: CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ.
    JESUS FOI PREGADO NA CRUZ PARA DESPREGAR A HUMANIDADE DO PECADO, LIBERTAR.
    JESUS TAMBÉM DIZ: MUITOS VIRÃO EM MEU NOME, MAS OCULTANDO O "OUTRO"... O DEMÔNIO!
    JESUS TAMBÉM ENSINA-NOS A NÃO ACUMULAR RIQUEZAS NESTE REINO. SUGERIU AO RICO VENDER TUDO E DISTRIBUIR AOS POBRES. JESUS ESCOLHEU APOSTOS, A MAIORIA HUMILDES PESCADORES, PARA PESCAR PESCAR, GANHAR ALMAS LIBERTANDO. E NÃO PARA ACUMULAR RIQUEZAS NEM CONSTRUIR TEMPLOS-CASTELOS.
    NADA É ESCONDIDO AOS OLHOS DO CRIADOR. QUE DEUS REVELE TODOS OS FALSÁRIOS PUBLICAMENTE, PELA HONRA E GLÓRIA DO SEU SANTO NOME, AMEM.

    ResponderExcluir
  57. Compreendo também o seu ponto de vista, mas continuo discordando em partes. Resumindo, acho que não devemos generalizar, na igreja onde congrego, por exemplo, ninguém é obrigado a nada e o Pastor não controla que dá o dízimo ou não...Ele apenas instruí de acordo com a Palavra de Deus. A única coisa que não gosto e me chateia muito, são as doutrinas e visões das igrejas. A minha, por exemplo, é de visão celular. É uma ótima visão e está de acordo com a Bíblia, mas muitas pessoas distorcem e partem para a parte de números, números, multiplicação, multidões e por aí vai.
    Concordo que a nossa única base deve ser a Bíblia e o Espírito Santo, pois não precisamos de Teologia ou grandes "cursos" e preparações para entender e estar próximos de Deus. O Espírito Santo nos capacita e se pararmos de nos preocupar tanto com doutrinas e visões de igreja, nos preocupamos mais com nossa intimidade e relacionamento com Deus, todo o resto é detalhe, pois teremos a Luz de Cristo e conseguiremos enxergar a verdade, sem precisar de grandes estudos para ser alguém no reino! Não desmerecendo os estudos, que são importantes. Mas desde que a Bíblia, a Palavra de Deus venha antes de tudo, o resto é resto! A Paz, Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  58. sem muito comentário, que o estudo já falou por si...estamos no tempo da graça e não no tempo da lei, e concordo plenamente.

    ResponderExcluir
  59. Antes de existir templos,igrejas,levitas e moisés,os dízimos eram repartidos e distribuídos diretamente em mãos dos necessitados caldeus,babilônicos,confederados de abraão,sodomitas,etc.Havia celeiros e câmaras de depósitos para armazenar dízimos de diversos grãos alimentícios para os necessitados se alimentarem no pátio dos templos dos primeiros fiéis dizimistas da bíblia.Depois de 2 mil anos após Abraão ter recebido e dado e compartilhado dízimos com melquisedeque e seus servos babilônicos,etc Deus determinou que o sumo-sacerdote Arão o levita receberia a contribuição dos israelitas para a tesouraria pagar as despezas pelos serviços dos sacerdotes,porteiros,cantores,etc Essa contribuição de décimo dos dízimos ou dízimo dos dízimos,que sempre foi e será suficiente e perfeita para todas as despezas das igrejas atuais,assim como foi o azeite da viúva de serepta,que o profeta Elias multiplicou pela determinação do perfeito e sempterno Deus
    Leia 1ªsamuel 2:13-16:“O costume daqueles sacerdotes com o povo era que,oferecendo alguém algum sacrifício,estando-se cozendo a carne,vinha o moço do sacerdote,com um garfo de três dentes em sua mão;E enfiava-o na caldeira,ou na panela,ou no caldeirão,ou na marmita;e tudo quanto o garfo tirava,O SACERDOTE TOMAVA PARA SI;assim faziam a todo o Israel que ia ali a Siló. Também o moço do sacerdote dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao sacerdote;porque não receberá de ti carne cozida,mas crua.E,dizendo-lhe o homem:Queime-se primeiro a gordura de hoje,e depois toma para ti quanto desejar a tua alma,então ele lhe dizia:Não,agora a hás de dar,e,SE NÃO,POR FORÇA A TOMAREI”. (escola de ladrão)
    O sacerdote Tobias,fez uma câmara particular para desviar dízimos para ele,então foi expulso pelo sacerdote Neemias,que mandou limpar e preparar as câmaras e celeiros de dízimos para alimentar os fiéis e necessitados,por isso então todo o Judá voltou a trazer dízimos do grão aos celeiros.Neemias 13:9,12(Mateus 21:12) Siga esse exemplo.
    Milhares de fiéis dizimistas entregam os seus dízimos aos seus líderes espirituais para que realmente possa ter mantimentos na casa de Deus conforme Deus pede em Malaquias 3:10,mas ironicamente muitos desses líderes,dizem que esses alimentos foram engolidos pela boca do devorador ou das pragas de gafanhotos,ou que gastaram todos os dízimos no pagamento de água,luz,aviões jatinhos,mansões,carros,etc e que por isso continuarão por mais dois mil anos sem devolver a parte dos fiéis e necessitados nos dízimos,sem se importar que o plano de Deus de alimentar os necessitados,fiéis dizimistas e seus familiares necessitados continuará sendo frustrado pelo diabo,por causa da infidelidade dos próprios dizimistas que não entendem as escrituras sagradas e por isso são levados a pensar que não devem repartir os seus dízimos em cestas básicas aos seus famílias necessitados e fiéis dizimistas carentes,mas por favor não deixe que o plano de Deus seja frustrado.É necessário controlar a boca dos egoístas milionários gafanhotos devoradores de dízimo.
    É preciso cobrar coerência com a vontade de Deus e mais justiça social,auditoria fiscal e dar o devido direito aos fiéis e seus parentes,e familiares necessitados para que recebam as bênçãos de Deus,nos dízimos.Deus não precisa de prognósticos de pastores para fazer os seus fiéis entender e cumprir a sua vontade.Deus espera há dois mil anos que os órfãos e necessitados saibam que Ele os ama e que pensou em cada um necessitado quando criou os dízimos.


    ResponderExcluir
  60. minha esposa pegou oauxilio desemprego gastou uma parte sobraram 500 reais ela foi pra igreja e no meio do culto veio na mente dela q eladeveria dar tudo oq fazer????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora que já foi entregue, duvido que a liderança devolva o dinheiro, mas converse com sua esposa com calma e carinho. Não adianta e não deve brigar. Tem que ajudá-la a entender que isso não é Evangelho e o que ela "sentiu" não foi de Deus e sim, foi vítima de técnicas de manipulação e lavagem cerebral que muitos usam para fazer o fiel contribuir até com o que não tem. Deus não faz a pessoa fazer isso, pois isso não é Evangelho. Se ela tivesse usado esse dinheiro para alimentar um faminto ou pagar uma conta de alguém muito necessitado eu acreditaria que fosse Deus a usando, tocando no coração dela, pois servir a Deus é servir ao próximo. Agora, dar dinheiro para que alguém faça algo que era para você fazer é invenção humana. Leia a bíblia diariamente com ela, ajude-a. Leiam o novo testamento todo e mostre a ela como é o Jesus da bíblia (bem diferente do 'jesus religioso'). Deus não faz ninguém contribuir o que não pode, o que não tem ou que lhe traga problemas em relacionamentos. Deus é amor e não, barganhador. Fique na paz. Abraço

      Excluir
    2. Wesley li todos os comentários que os leitores acima postaram,na igreja onde congrego (Evangelho Quadrangular) tem o domingo da primícia, mais esse dia é para os membros trazerem alimentos não perecível, para abençoarmos algumas familias, meu pastor não obriga ninguém a trazer dízimo ou oferta, ele fala da voluntariedade, mais eu quero muito fazer a mesa das primícias e falar algo sobre isso, com tudo que aprendi aqui, me senti um pouco sem rumo, queria falar a verdade, uma mensagem (não pregação), na minha oportunidade para falar dessa primicia espiritual, pode me indicar algo para eu passar para meus irmãos, já que gostei muito do que vc escreveu nos seus comentário, digo isso porque fui 6 anos da universal e fiz de tudo como me ensinaram, mais nunca prosperei, e fazia de coração como me ensinavam, mais só afundei e acabei com meu primeiro casamento... depois de muitos anos, algum tempo atrás estava congregando em uma igreja, onde o pastor dizia que tinha o dom da prosperidade, mais quando os fiéis não davam o dízimo ele até quebrava alguma coisa no púlpito com raiva, como chutar cadeira entre outras coisas, ficava com raiva que ele queria que o povo ofertasse, fazia tudo desordenadamente e se enchia de dividas e queria que a igreja pagasse pela sua má administração, tinha medo de falar porque eu era tida como questionadora de tudo... e ovelha rebelde... e tinha medo de estar indo contra o ungido de Deus, mais Deus me revelou algo na palavra, me dando discernimento, e tomei coragem e sai, até as cestas básicas que eles ganhavam de outras pessoas e davam para os membros eles me jogaram na cara... mais preferi ficar com a verdade, e o mês que eu não dava o dízimo eu não subia no altar para receber a unção com o azeite, e ele lia em voz alta quem poderia subir ou não no altar e ainda tinha sorteio das próprias cestas básicas entre (só) os dizimistas, era constrangedor, por isso esse tema foi abordado muito bem, me ajude no que lhe pedi , pois quero agradar a Deus, e não mais mendigar o pão. Um abraço.

      Excluir
    3. Minha irmã, entendo o seu desejo e o seu zelo... A questão é que Deus se manifestou em Cristo e o que devemos entregar a Deus é o que Jesus nos ensinou. O Novo Testamento nos traz uma Aliança muito maior e mais profunda. Agora, ao invés de 10%, de primícias, Deus quer de nós a totalidade. Porém, antes de Jesus, tudo era simbolização e depois que Ele veio à Terra, não tem mais sentido esses símbolos, pois Ele é a plenitude de tudo. Jesus é o Verbo, a própria Palavra encarnada. Se antes as primícias do fruto da terra era o sinal exigido, atualmente é 100% da nossa vida. Não temos que dar a primeira parte dos frutos da terra e sim, a totalidade dos frutos do Espírito (descritos em Gálatas 5). Jesus quer de nós isso: fé para aceitarmos o Seu sacrifício. Essa fé gera uma consciência, um constrangimento em amor, que nos fará servi-lo, segui-lo e ama-lo de todo o coração, entregando-nos completamente a ele.
      Primícia é algo que ficou para trás e Jesus ensinou que não devemos querer colocar remendo novo em pano velho, ou vinho novo em odre velho. O Evangelho é tão superior a isso que essas coisas ficam insignificantes perante a Graça, perante a Cruz.
      Leia este texto e veja o que realmente devemos seguir ou oferecer:
      http://www.bibliaafundo.net/2013/05/o-evangelho-e-puro-e-simples-se-nao-for.html

      Não tenho um texto sobre primícias espirituais para indicar, pois no Novo Testamento não há primeira parte, não há 10%. É sempre a totalidade. Ou tudo, ou nada. Ou aceitamos e vivemos o Evangelho como ele é, ou ignoramos. Não há barganhas a fazer. Deus nos abençoa sempre por graça (favor IMERECIDO!), ou seja, não há nada que podemos fazer para interferir neste processo. Fique na paz. Abraço

      Excluir
  61. Sou pastor e entendo biblicamente que a contribuição é voluntária e viver da fé e contar com Deus e não viver da fé alheia.Infelizmente as pessoas contribuem com a desenvagelização do país, pois doam por vaidade e baerganha,escolhendo denominações como time de futebol (explico:torcem pelo melhor,por que ouvem dizer que é o melhor ; doam na casa da moeda por status e não fé,engordando essa massa fraudelenta de idolatras e idolatrados)Deus é libertador sou contra qualquer escravatura principalmente a da opressão disfarçada de religiosidade.Marcos Ventura.

    ResponderExcluir
  62. Graça e Paz!Sou Pastor e entendo biblicamente que toda contribuição é voluntária,logo muitos projetos que levam nomes de evangelistico e que precisam de altissimas arrecadações,tendem a desviar-se do proposito da pregação genuina,fazendo qualquer texto virar motivo venal de explanação. Presido uma denominação e não adimito gastar mais tempo falando de ofertas do que anunciando Jesus,portanto finanças são faladas em reuniões administrativas todos nossos cultos são evangelisticos,nada de campanhas com objetos,demonios fando no microfone, o culto é para agradar uma pessoa"JESUS" o que fugir disso já não é mais um culto...Há os estumhos aqui tambem são voluntários as pessoas contam se quiseremm ou quando sentirem-se a vontade pra faze-lo em público.um abragraça(abraço com Graça).
    Marcos Ventura -Queimados Rj. Brasil

    ResponderExcluir
  63. Graça e Paz! acerca da judaização e por que não dizer espiritismolização,catolicializaçao, comercialização, mundanismolização...Ufa! Por fim sou contra pois não se deve colocar remendo velho em vestes novas,isso tem um nome SINCRETISMO,mas no xulo achonismo de picaretas da fé, pois o evangelho não precisa de adcionais é BOAS NOVAS, uma nova noticia,sem contar que o sincretismo deforma e destroi uma identidade(digamos religiosa).A Arca da Alinaça teve seu valor representativo em sua epóca e todos rituais que eram sombra da Graça,Não precisamos de formação teólogica para entender e sim de esclarecimento biblico.Mateus 9.16 a17;Hebreus 10.1 a 18.
    Marcos vEntura.

    ResponderExcluir
  64. Meu caro amigo, quero te fazer uma pergunta, você é dizimista fiel? Você é ofertante fiel? ou vc é daqueles que faz as contas primeiro todo mês e vêr se vai dar pra dizimar e oferta? Pelo menos foi o que vc deixou transparecer no seu estudo medíocre segundo as suas interpretações junto com o Aurélio. A Bíblia não é livro pra se obedecer segundo as minhas interpretações, a Bíblia é palavra Revelada de Deus pra ser obedecida integralmente. Deus não revogou nenhuma lei e nenhum mandamento, Deus é o mesmo de Ontem, de Hoje e Sempre será o mesmo. Herminio Martins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hermínio. Não sou dizimista pelos motivos explicitados no estudo que fiz sobre isso (procure aqui neste site o texto: "Lei do dízimo. Isso mesmo: Lei!") e há um há um texto sobre ofertas também: "Abra sua carteira para 'deus'! ". Quanto ás leis, basta ler o novo testamento e tê-lo em mente (e no coração) sem sistematizações e tudo fica muito claro. Jesus Cristo é o Verbo, a Palavra de Deus encarnada e a bíblia deve ser lida sabendo que ele é a nossa base interpretativa, senão vira uma salada e essa bagunça atual, que culminou com a criação de milhares de denominações. Todas as argumentações do texto são baseadas no Evangelho e se porventura alguma esteja distorcida, podemos discutir de forma bem produtiva. Basta apontar onde estão os equívocos, pois lançar no ar que é "um estudo medíocre" é algo vago e totalmente sem valor (se fosse uma argumento válido eu diria que é desrespeitoso e não coerente com o amor e a mansidão que são características básicas de todo aquele que é um cristão de Cristo e não meramente um cristão da religião chamada cristianismo). Mas me disponho a esclarecer e discutir qualquer dúvida ou divergência. Aqui é um espaço totalmente aberto ao diálogo civilizado. Abraço. Fique na paz,

      Excluir
    2. o anonimo de cima, ficou mais ainda anonimo.....hahahahahah

      PERGUNTA.... Primicias- A desculpa q falam eh q isso nao faz parte da lei, "primicias era bem antes de moises"... ? entao podemos fazer sim....? Obrigado!

      Excluir
    3. As entrega das primícias da produção até existia antes da Lei, realmente, porém é pelo motivo que foi dito no texto:

      "No período de vigência da lei mosaica (e até mesmo antes dela), a consagração da primeira parte da produção a Deus era uma forma de reconhecer que Ele era o que tinham de mais precioso na vida. Era um exercício de fé e ao mesmo tempo, um 'lembrete' a esse povo de coração duro que Deus deve estar sempre em primeiro lugar. Quando Jesus veio ao mundo, deixou esse mesmo ensino (Mateus 6:33), porém, a diferença foi que jamais instituiu uma regra ou um rito para que provássemos isso. O “amar a Deus sobre todas as coisas” está baseado não na Lei (repleta de cerimônias), mas na Graça, que ensina obediência e entrega de frutos espirituais."

      Ou seja, se na Velha Aliança demonstrava-se honra a Deus através de sinais visíveis que envolviam ofertas materiais, na Nova Aliança mostra-se honra através da produção e entrega de frutos espirituais (paz, bondade, mansidão, fé...). Honramos a Deus quando obedecemos seus ensinos, quando amamos, quando servimos o próximo. Não existe maior honra que esta. Isso é Evangelho e é nesta consciência que devemos viver. Portanto, o primeiro passo para compreendermos essas questões é interpretar tudo a partir de Jesus. O que Ele ensinou é a Palavra de Deus para nós. O que não ensinou era apenas simbolização que visava apontar para Ele, que é a revelação plena de Deus aos homens. Abraço. Fique na paz.

      Excluir
  65. A paz a todos!
    Eu concordo sim que primicias, dizimos, votos, ofertas os irmãos realizam pela fé, isso é muito bom, creio eu que move o coração de Deus o seu filho abrir mão de algo que na verdade nem é necessário segundo o estudo que o irmão fez para demonstra-lhe fé, alias Jesus convidou um certo jovem a doar suas riquezas e segui-lo, o mesmo negou-se, onde Jesus disse que mais facil seria um camelo entra no buraco de uma agulha do que um rico herdar o reino dos céus. Se é feito por fé, mostra talvez um desapego as coisas materias o que é ótimo para vida do cristão.
    Ta o que quero dizer com isso é que ser feito por fé é uma coisa desde que você saiba da existência da verdade, que nos dias de hoje é somos obrigadas a dizima para ser prósperos, dar votos para receber benção. Isso é errado? Na minha humilde opinião não, desde que venha do coração, livre e espontânea vontade e não obrigação de uma coisa que não foi instituida por Deus.
    Alguns citarão aqui que o irmão não deveria montar blogs para atacar os cristãos. Bom eu acho muito bom o compartilhamento de informações onde podemos analisar as opiniões e é claro sempre analisando as escrituras, pois podemos deixar alguns pequenos detalhes na hora de examinarmos a palavra que o irmão percebeu e quis passar a frente. O que sei é que devemos pedir direção de Deus para tudo, leu não entendeu, ore e peça a Deus direção, dicernimento e ele dará a todos, o importante é quando fazer algo fazer por amor, por internder e não por obrigação, pois creio eu que Deus não nos obriga a nada ele somente institui o que é melhor para nossa vida. Não critiquem dividam opiniões, compartilhe-lhem informações e pegue aquilo que te edifica, se não edificou jogue fora. Sabemos sim que no meio cristão tbem temos os mal carater, e se percebemos que estão ensinando o caminho da salvação errado devemos sim mudar a seta e indicar o camilho correto, claro desde sobre direção divina, pois, o coração do homem é enganoso!!!
    É isso que todos fiquem na paz!

    ResponderExcluir
  66. Pra mim esse estudo foi muito esclarecedor, nunca gostei da forma que é levada essa questão em minha igreja, sobre dízimos, sempre é tudo: se você não der o dízimo não será abençoada, ou isso é por conta de não deixar que devorador não acabe com suas coisas, apesar de ser nova convertida, eu sempre fui contra essas coisas, nunca me sentia bem quando em todo culto fala dessas coisas, ou sempre fazendo campanhas e dando envelopes para fazer um voto com Deus pondo dinheiro e alguns ainda estipulavam valores, o que eu sempre achava ainda mais absurdo, e então fui buscar pesquisar sobre isso, porque algo me incomodava a procurar saber disso até que numa dessas descobri seu blog, e gostei muito, continue assim Wésley, e que Deus o abençoe sempre...

    Outro fato, as pessoas só querem saber de ser abençoadas, e acham que por pagarem tem que ser abençoada, só pensam em dinheiro, não se contentam com o que tem, que isso que temos que agradecer, se temos pouco felizes ficamos, mas se Deus quiser que tenhamos muito, felizes também estaremos. É a minha opinião e agradeço a Deus por pensar assim.

    ResponderExcluir
  67. o estudo encontrado aqui me foi de muito proveito tinha muitas duvidas sobre o tema pois sou novo convertido e o pastor vem pregando que precisa haver um tripe DIZIMO OFERTA E PRIMICIA PARA HAVER HONRA Sempre pedi a DEUS que nao me deixasse confundido com o que nao tem rdespaldo biblico agradeço a DEUS pela vida do irmao weslley

    ResponderExcluir
  68. os dízimos são para o crente uma forma de reconhecer que recebeu de Deus uma bênção, seu ordenado, e crê que será bem administrado e gasto de forma justa para ele e Deus.
    Não podemos depois os que não são compreendedores do dizimo achar que a injustiça de Deus é não o abençoar!Eu sou dizimista, dou porque tenho para dar, sou abençoado, e GRATO ao que tenho a Deus, não o dou como negociando , até porque compreendo que dou porque primeiro o recebi, é a minha Fé, e como não gosto que julguem o dizimar, eu peço, não deem, apertem tudo o que ganharem nas vossas mãos, sejam felizes e não julguem os Pastores, e se estes falharem deixem Deus julgar. acertar com que é injusto, porque o Rei da justiça não falha...depois leiam a bíblia.

    ResponderExcluir
  69. Gostaria de dizer: 1- Que o Senhor consagrou Arão e seus filhos como ESTATUTO PERPÉTUO, leiam em Números 3: 5 e 9. Perpétuo é para sempre.
    2- O sacerdote ao receber uma primícia, liberava uma benção específica sobre a casa daquele que deu a oferta.

    Pense sobre isto, pesquise na bíblia.
    Lembre que a própria palavra de Deus nos diz que nos últimos dias apareceriam homens amantes de si mesmo, desonrosos. E esse tempo já chegou, pois os homens preferem a desonra a todo custo.
    A bíblia fala em diversos textos sobre honrar. Honrar a todos.
    Entregar uma primícia é honrar.
    O Senhor é um Deus de honra.
    O Senhor é o mesmo ontem, hoje e eternamente.
    Gostaria de fazer um desafio: Ore sobre isto, desarme-se e faça uma experiência de entregar uma primícia de honra para aquele(a) sacerdote (pastor) que tem ministrado sobre a sua vida.
    Deus vai te surpreender. E não esqueça de contar A SUA EXPERIÊNCIA AQUI.

    FIQUEM NA PAZ.

    ResponderExcluir
  70. Paz amado Weslei,parabéns por esse estudo, eu compartilho da mesma visão junto da Biblia, e combato ferenhamente o Sistema Religioso, se possivel me add no face para compartilharmos desse conhecimento.

    Edinaldo Roque

    ResponderExcluir
  71. e intresante que no tempo da lei sé comia
    na glaca n se comi mais,! ipoclita

    ResponderExcluir
  72. Meu querido irmao Wésley, poderia me explicar essa passagem? por gentileza... Quero entender mais.
    "Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova", diz o Senhor dos Exércitos, "e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derra­mar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido, leia o texto sobre dízimo, pois isso foi explicado lá. Em seguida, leia o segundo texto que sugeri:

      Texto =
      Lei do dízimo. Isso mesmo: Lei!

      Link=
      http://www.bibliaafundo.net/2010/10/lei-do-dizimo-isso-mesmo-lei.html

      Texto 2=
      Promessas: Velho Testamento VS Novo Testamento

      Link =
      http://www.bibliaafundo.net/2013/08/promessas-velho-testamento-vs-novo.html

      Excluir
  73. Paz Wesley li o seu comentário, com relação dizimo, ofertas e primícias e fiquei um pouco preocupado, com a sua interpretação. Vejo que a sua avareza te colocou no caminho de Caim, cuidado pra não levar os irmãos para o caminho da desobediência isso pode te custar caro. Se você não gosta de contribuir não lance fermento no coração dos poucos que ainda cooperam com suas primícias com a obra de Deus na terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo, entendo a sua preocupação, mas vamos refletir:

      1 - No texto está explicitado cada interpretação feita e em quais textos ou contextos estão baseadas. Sendo assim, basta apontar os equívocos interpretativos que encontrou e podemos discutir aqui, amado (a). É justamente por isso que o espaço é aberto a comentários. Vamos ajudar uns aos outros para que ninguém permaneça no engano, certo? Pois quando surgem críticas sem embasamento no Evangelho, ficam vazias e sem muito proveito. Precisamos sempre formar nossas opiniões e viver conforme o Evangelho e não o contrário: buscar em textos bíblicos versículos que comprovem nossas opiniões pré-formadas.

      2 - Será que "avareza" é defender apenas o Evangelho puro e simples de Jesus, sem acréscimos de festas judaicas? Será que avareza é ter fé que nosso fundamento são apenas os apóstolos e os profetas e que a pedra angular é Cristo? É avareza rejeitar todo ensino humano que é baseado apenas em descontextualizações da Antiga Aliança a fim de aumentar a arrecadação dos templos religiosos? É avareza não transportar as promessas feitas aos israelitas à Igreja?
      Ou seria avareza justamente o contrário: Deixar o Evangelho de lado, voltando à Lei e às tradições hebraicas a fim de que possamos aumentar "nossa" arrecadação?
      O que defendo não é avareza, amado (a) e sim, a vivência apenas do Evangelho. Sim, o Evangelho que ensina que não é porcentagem definida ou primeira parte que devemos consagrar a Deus e sim, a totalidade. Isso mesmo, tudo o que temos deve ser usado visando o amor e o bem do próximo, como o Evangelho ensina. Isso não significa dar X para uma denominação ou líder (a menos que seja um caso que ele pregue a palavra de forma espontânea e preste serviço integral à Obra de Deus). Porém, esse tipo de ajuda é visando o repartir com quem não tem, ajudando o necessitado (que nesse caso o necessitado é um "mentor" espiritual, seja chamado de pastor ou outra coisa). Portanto, tudo o que fazemos é por amor, por consciência. Se preciso for daremos 80% ou até tudo o que recebemos. Isso é avareza? Avareza é ameaçar pessoas com maldições ou estipular valores a fim de que no final do mês "tenhamos" segurança de arrecadação. Isso não é viver pela fé. É viver pelo medo e pelo engano.

      3 - Sabemos que toda a escritura aponta para Jesus (como Ele mesmo disse) e em Gênesis não é diferente. Caim teve sua oferta rejeitada por que, amado? Por querer fazer justamente o que a maioria faz atualmente: vive no altar da barganha, de oferecer a Cristo algo em troca de bênçãos. É querer "conquistar Deus" com aparência, com algo visível e material. Porém Abel não. Abel vivia no altar da Graça e entendeu que "dar o seu melhor" era justamente aceitar o Sangue derramado por Ele, com "alguém" morrendo em Seu lugar, pois ele reconhecia que não era ninguém para impressionar a Deus. Portanto, amado (a), viver esse retrocesso anti-Evangelho, sem consciência da Cruz, é que é seguir o caminho de Caim. E quanto às contribuições que fazemos, Jesus é claro: "não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita". Espero estar contribuindo para espalhar sim o fermento do evangelho no mundo. Afinal, nós devemos ser fermentos, ser sal e ser luz.
      Espero que não tenha ofendido nas discordâncias, querido (a).
      Abraço e fique na paz.

      Excluir
  74. As ofertas são para os necessitados? E se me igreja usa só pra fazer festas, trazer pregadores, e essas coisas, é errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Ofertas no Novo Testamento visam suprir os que precisam, a fim de que ninguém passe necessidade. Gastar dinheiro com pregadores? Aí não sei quem é pior: quem cobra ou quem paga... "De graça recebestes, de graça dai", é o que aprendemos no Evangelho. Abraço

      Excluir
  75. Se minha igreja não ajuda em obras sociais, raramente fala sobre fazer caridade, e quando alguém vai lá na igreja precisando de ajuda eles pedem a ajuda dos irmãos, não seria o dinheiro das ofertas e dízimos que são cobrados para ajudar a essas pessoas que precisam de ajuda? Se o dinheiro que eles pedem sempre é pra arrumar a igreja, pintar, fazer festas, trazer pregadores, e assim dizendo que está conseguindo mais almas para a igreja, e se o pastor pede o dízimo e diz que é bíblico, isso tudo está errado, não é? E um dia minha amiga pediu que o pastor fizesse uma visita na casa dela para orar pela mãe dela, ele disse que ela pra ela pedir aos irmãos que faziam as visitas e cultos em casa, mas ela queria que ele fosse, não seria ele que deveria ir? Pois é o papel dele como pastor, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Evangelho ensina que nossas contribuições financeiras são para ajudar aqueles que precisam, que não tem de onde tirarem seu sustento. Porém, não apoia o uso das contribuições (ofertas voluntárias) em coisas supérfluas, como para festinhas e pagamento de mercadores da fé (cantores, pregadores). Quanto às visitas, é importante que o pastor tenha sim tempo para essas tarefas. A menos que ele realmente trabalhe para seu sustento, não vejo motivos para não realizar esse tipo de ação (e mesmo que trabalhe, dá para ir arrumando um tempinho aqui e ali para realizar o desejo da ovelhinha fragilizada). Quanto aos dízimos, é bíblico sim, porém ser bíblico é estar na bíblia e estar na bíblia não significa que devemos seguir. Está na bíblia: "Tudo te darei se prostrado me adorares", mas é promessa de satanás; Está escrito que são felizes os que jogam as crianças dos inimigos contra as pedras; está escrito que devemos pagar com a mesma moeda. Mas não basta estar na bíblia, tem que estar coerente com o Evangelho, com Jesus. Abraço. Fique na paz!

      Excluir
    2. Obrigada pela atenção...^^

      Excluir
  76. Avalie isso pra mim, por favor! Outro dia te perguntei sobre isso, e gostaria de saber se isso está correto de ser dito. É porque acontece sempre na minha igreja.

    http://pregaioevangelho.blogspot.com.br/2013/01/cair-no-espirito-que-pregadores-como.html#.UiCd6n_5T1U

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo sim com o autor do texto, o Pr. Ciro. Abraço

      Excluir
    2. Mas aí ele diz que as pessoas que caem no ''espírito santo'' na verdade quem derruba é satanás, mas num outra pergunta que fiz você me respondeu isso: que era verdade, mas, que isso tudo era meninice, porque temos que ter nosso controle.

      Excluir
    3. Nesse texto diz que quem derruba as pessoas é satanás, mas numa outra pergunta que te fiz você me disse que era o espírito santo, mas, que isso era meninice das pessoas, porque cada um tem que se controlar. Então esse cair no espírito santo, ou ao ouvir uma música e começar a rodar, bater palmas, entre outras coisas, é realmente o ESPÍRITO SANTO porém é meninice pois a pessoa não se controla, ou é satanás que as derruba? '-'

      Excluir
    4. Ele não diz (pelo que me lembro da leitura "batida de olho" que dei outro dia) que as pessoas estão caindo por ação de Satanás. Ele diz que o argumento que isso seria ação de Deus não é válido, pois Deus levanta e quem derruba é Satanás. Obviamente é uma metáfora e até mesmo uma ironia. Não é par ser levado "ao pé da letra". Cair pode ocorrer não só em "igrejas", mas também no candomblé, umbanda, em sessões de hipnoses... Outro dia eu disse mesmo que PODERIA OCORRER de pessoas caírem até mesmo por ação divina. Não que Deus estivesse derrubando essas pessoas e sim, que elas poderiam ter tido uma comunhão tão forte com Deus, que sentiram isso. Embora jamais devemos deixar nos levar pelo "sentir", pois enganoso é o coração, eventualmente uma pessoa pode sentir a presença de Deus. Ou seja, essa comunhão com o Pai pode mexer com suas emoções e uma pessoa que não tem um autocontrole e nem uma maturidade de fé pode vir a perder a noção de realidade. Porém, na quase totalidade dos casos, ao meu ver, não passa de emocionalismo puramente humano, meninice e com boa dose de sugestão mental (quase uma hipnose). Abraço

      Excluir
    5. Mas o fato da pessoa cair, mas e aquelas que ficam rodando feito pião, batendo palmas, dançando exageradamente chegando a machucar as pessoas, e as vezes até se machucar, isso é o que? Pois isso vejo muito em minha igreja e não concordo nenhum pouco, pois lá tem crianças, pessoas, já me machuquei algumas vezes com essas pessoas rodando e tals, e tentando segurá-las, isso acho absurdo. '-'

      Excluir
    6. Todas as possibilidades que levantei, são possibilidades. rsrs. Não tenho como afirmar. Abraço

      Excluir
  77. EU NÃO SOU CRENTE ;MAS ACREDITO QUE DEZIMAR E ORFERTAR DEUS ABENÇOA, MAS AGORA NÃO ENTENDO MAS NADA ;UNS DIZ QUE NÃO É PARA DIZIMAR OUTRO DIZ QUE É, A FINAL DE CONTA É OU NÃO É! EU ACHO QUE ESSE CARA AI DEVERIA PREGAR O EVANGELHO E NÃO TÁ USANDO A INTERNET PARA LAFAR DA PROPIA IGREJA QUE ELE TALVEZ FAÇA ATÉ PARTE. MEU AMIGO? DESCUPE QUE TIPO DE CRENTE É VOCÊ QUE FALA DO SEU PROPRIO POVO? EU NÃO QUERO SER CRENTE NUNCA. DESSE JEITO; SE VCS FALAM DE VCS MESMOS ESTÃO VOCÊS NÃO SERVEM PARA MIM DIZER QUE ESTOU ERRADO DE ADUTERAR DE BEBER, E OUTRAS COISAS , VCS NÃO AUTORIDADE PARA MIM REPRIENDER EM NADA VCS SÃO PIORES DO AQUELES QUE ESTAM LA FORA. EU NUNCA PENSEI QUE CRENTE FALASE DE CRENTE.DEIXE OS OUTROS FAZEREM O QUE QUEREM NÃO SE META NA VIDA DE NIMGUEM, NA BIBLIA DIZ NÃO FALAR MAL TESTEMUNHO DE NINGUEM, VOCÊ DEIVERIA FAZER UM ESTUDO SOBRE: QUEM FALA DA VIDA DO SEU IRMÃO. EU VI ESSE COMENTARIO PORQUE ESTAVA PROCURANDO UM ESTUDO PARA MEU FILHO LEVAR PARA ESCOLA E VI ESSA NOJERA. MIM DESCUPE MAS É AVERDADE É UMA NOJERA FALAR DE OUTRO CRENTE , AINDA MAS UM CRENTE QUE SE DIZ CRENTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo. Sabe por que discuto esses assuntos nesta página? Para evitar que pessoas sejam enganadas com ensinos humanos, pregados como se fossem de Deus. Você, por exemplo, amigo, está com uma visão totalmente equivocada de Deus, do Evangelho... Eu, no seu lugar, também iria querer distância desse "deus". Desse deus que citou aí, sou mais que incrédulo; sou ateu! Eu creio no Deus do Evangelho, aquele Deus que manifestou em sua plenitude aos homens através de Cristo. Sim, Jesus é a Palavra de Deus encarnada. Ele disse: Quem vê a mim, vê o Pai. Ou seja, Deus estava em Cristo reconciliando o mundo consigo, não para condenar o homem pecador, mas para amá-lo, acolhê-lo e salvá-lo. Isso é Graça. O problema é que a maioria das pessoas que se gabam dizendo que são religiosas, pregam um Deus que nada tem a ver com Jesus. E se não é como Jesus, não é Deus, mesmo que leve o nome dele! O Jesus do Evangelho não tem nada a ver com esse que pregam na TV. O verdadeiro Deus nos abençoa apenas por graça, que significa FAVOR IMERECIDO. Ele não faz barganhas conosco. Não podemos agradá-lo com dízimos, ofertas, com dinheiro, com promessas, com campanhas, com votos, com sacrifícios... Ser cristão genuíno implica em aceitar que somos o maior pecador que existe. Sim, sou muito mais pecador que você, sou um pecado ambulante. E mesmo assim, Deus me ama e me salvou. O sangue dele cobre todos os meus pecados. O que ele quer em troca? Que eu viva como ele é, pois somos discípulos dele. Então devemos amar, perdoar, contribuir financeiramente não como o povo diz (como se fosse mandamento ou condição para ser abençoado...). Eu contribuo, seja ajudando o grupo com o qual me reuno ou alimentando o faminto, de forma espontânea, como eu posso e desejo. Não contribuo para ser abençoado e sim, por já ser abençoado. Ofertar deve ser por amor, fruto de uma consciência. Percebe a diferença? Não estamos presos a nenhuma tradição ou festa judaica e viver o Evangelho é tão simples... O homem é que cria uma forma de chamar a atenção de Deus com exterioridades. Aqui eu não falo de "igrejas" e sim, da Verdadeira Igreja, que são pessoas e não parede. Defendo o Evangelho como a bíblia diz que é e não como os homens ensinam por diversas intenções. Jesus censurava muitos hipócritas (fariseus) e eram o seu próprio povo! O apóstolo Paulo falava duramente com as pessoas e grupos que estavam se desviando da verdade. Chegava a ponto de publicamente chamar alguns de hereges! Agora eu estou errado por questionar invenções humanas, amado? Estavam eles dando "mau testemunho"? Claro que não! Estavam corrigindo por amor! Deixar as pessoas caírem na cova do engano é omissão, falta de amor e isso é condenado no Evangelho. Essas críticas não tem nenhuma relação com "falar de crente". Nenhum de nós, muito menos eu, temos autoridade para dizer nada de você. Apenas podemos lhe apresentar o Evangelho. É o Espírito Santo que convence a cada um dos seus pecados. Mas que bom que já reconheceu que é um pecador. Para isso só há uma saída: Jesus! Conheça-o e Ele mudará a sua vida. Abraço amigo. Fique na paz.

      Se quiser entender mais sobre Evangelho genuíno, cole este link em seu navegador:

      http://www.bibliaafundo.net/2013/05/o-evangelho-e-puro-e-simples-se-nao-for.html

      Excluir
  78. É verdade que na bíblia cita que as igreja verdadeiras são a assembleia e a batista, pois, uma garota me disse que tinha isso na bíblia, mas eu nunca vi, existe isso mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não existe, irmã. Primeiro que o conceito de "Igreja" na bíblia não é instituição religiosa e sim, qualquer ajuntamento de pessoas que vivem o Evangelho. "Onde estiver 2 ou 3 reunidos em meu nome, ali estarei", disse Jesus. Isso é Igreja! Se reunimos em nossa casa, numa praça, numa caverna, num deserto ou num templo religioso, ali está a Igreja (não por causa do lugar e sim, por causa do coração de quem se reúne).
      E o motivo mais óbvio é que o cristianismo foi instituído como religião apenas 300 anos depois de Jesus. O protestantismo surgiu há menos de 500 anos e depois disso é que surgiu a Igreja Batista. Já a Assembléia de Deus surgiu séculos depois disso. Ou seja, o último livro da bíblia foi escrito mais de 1 milênio antes de surgir essas denominações. Portanto, é claro que nenhuma existirá na bíblia... Abraço

      Excluir
  79. Muito bom...
    Se o povo de Deus lesse mais, se daria conta disso tudo.

    ResponderExcluir
  80. Amados, já sabemos que o Senhor vê o coração ... Nosso Senhor e Cristo já testemunhou ...
    "A viuva pobre deu mais do que todos, porque deu tudo o que tinha para sobreviver, duas pequenas moedas. Enquanto que outros deram do que sobrava" ... E uma questão de Fe, quem apresenta maior Fe, o que da do que sobra, ou o que da do que necessita ?
    A maior lição aqui, que acredito que o nosso verdadeiro problema, e o amor ao dinheiro, mais conhecido como origem de todos os males ... Disse o Nosso Senhor e Cristo" onde esta o teu tesouro, ai estará também o teu coração" ... " nao se pode agradar a Deus e ao dinheiro" ... Esta e a questão, quem ama menos o dinheiro, tem maior maturidade e acaba por ter mais Fe, da com mais amor, tem o coração mais aberto para dar, seja primícia, dizimo ou oferta, devemos dar com amor, alegria e gratidão ... Porque quem nao da, acaba roubando a Deus, como disse O Senhor pelo Profeta Malaquias ... " Roubara o homem a Deus ?! Em que te roubamos ? Nos dízimos e nas ofertas ..."
    Ainda assim, o profeta menciona que " todos os dízimos e ofertas devem ser levados a Casa do Tesouro, para que haja mantimento na Casa do Senhor" ... Ainda que os levitas, e aqueles que vivem do evangelho amem ao dinheiro em maior ou menor escala, a palavra de Deus deve ser obedecida, porque obedecer edifica a Igreja de Cristo... Porém sempre com muita oração e suplicas, para que o recurso nao vá para uma "Casa do Tesouro" que nao e verdadeira, mas sim que seja uma grande benção para todos os que necessitam.

    Fiquem na Paz de Cristo,

    Ass: pequeno servo e discípulo de Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão... uma observação: "Não se pode agradar a Deus E AO dinheiro" da mesma forma que "não se pode agradar a Deus COM dinheiro".

      Leia o texto: "Lei do dízimo - Isso meso! Lei! E lá está a explicação de Malaquias 3. Quem roubava não era quem não dizimava e sim, os sacerdotes que recebiam os dízimos e não davam a eles o devido destino (usurpavam para si). E esses dias falaremos sobre "Casa do Senhor".
      Obrigado por sempre estar enriquecendo as discussões com seus comentários. Abraço e fique na paz.

      Excluir
  81. Amem irmão, pequenos discipulos estao sempre aprendendo né, e devemos sempre praticar tudo o que aprendemos, sempre com muita oracao, temor, confianca, Fe e Amor ... Porque o que importa e "pregar o evangelho a tudo e a todos, ate os confins da terra" e obedecendo dar muito fruto, fruto de justiça que permanece para sempre ... E Assim embranquecemos nossas vestes, o crescimento espiritual aparece, e aprendemos a cumprir aqueles sabios mandamentos do Messias ... "Amar ao Pai acima de tudo, e ao teu próximo como a ti mesmo" ... E o Espirito Santo do Nosso Santo Santo Santo Criador nos aperfeiçoa neste infinito Amor ... Então a noiva ja vai se ataviando ate aquele grande dia ...

    Que a Paz de Cristo e o Amor do Pai Altissimo Criador de tudo e de todos, repouse sobre você e sobre cada um destes pequeninos, hoje e para sempre. Em nome e por amor do Messias, a quem temos chamado Jesus Cristo, Amem.

    Ass: pequeno servo e discipulo de Cristo.

    ResponderExcluir
  82. boa tarde wesley! A dez anos realizamos culto das primicias,
    arrecadamos alimentos e distribuimos com as familias carentes, e tem sido uma benção.

    ResponderExcluir
  83. A PAZ DO SENHOR. IRMÃO WÉSLEY CÁMARA
    Venho lendo seus ensinos sobre o DÍZIMO e a tal DOUTRINA DAS PRIMÍCIAS. E venho notando que muitos ainda respondem aos ensinos como leigos da PALAVRA. Isto é não concordam pois estão cegos e não procuram saber a VERDADE da PALAVRA DE DEUS.
    Em OSÉIAS. 4. 6: DEUS já nos orienta e ensina.
    O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.
    O povo de DEUS esta sendo destruído porque? Porque a grande maioria só diz AMÉM ao que escutam dos ditos pregadores, mais não estudam a PALAVRA.
    SALMOS. 32. 8 E 9 Diz:
    Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.
    Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti.
    Mais as ovelhas preferem não ouvir a VERDADE, preferem serem levadas e guiadas por cegos. Cegos guiando cegos.
    Vejam irmãos o que diz este versículo:
    TIAGO. 2. 10
    Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos.
    A LEI tem 613 mandamentos. O DÍZIMO é um destes mandamentos, baseado neste versículo que é da PALAVRA DE DEUS. Se seguimos esta prática de pagar o DÍZIMO e não seguimos os demais, seremos SALVOS PELA LEI OU PELA GRAÇA? QUER DIZER QUE JESUS MORREU EM VÃO. E não é VERDADE JESUS MORREU PARA TERMOS VIDA SERMOS LIVRE DE TODA A LEI.
    Enquanto isso homens gananciosos e sem temor, fazem de tudo para obterem lucros, e benefícios próprios, mais isso também DEUS deixou escrito.
    2 Pedro 2, 3
    também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.
    DEUS mesmo diz em sua PALAVRA. Que estes FALSOS PROFETAS E FALSIFICADORES DA PALAVRA surgiriam vejam estes versículos.
    querendo ser doutores da lei, embora não entendam nem o que dizem nem o que com tanta confiança afirmam.

    1 Timóteo 6, 5
    disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade é fonte de lucro;

    2 Pedro 2, 1
    Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.
    Então para os CRISTÃOS ovelhas que tem na PALAVRA o caminho seguro a ser seguido estas coisas não são surpresas. São prova da VERDADE DA PALAVRA.
    E muitos de nós que não sabiam por também não terem esta sabedoria e os ensinos serem sempre com a finalidade de nos cegar, hoje sabemos e por isso que falamos é por isso que DIVULGAMOS. DANIEL. 12. 10 Já nos diz:
    Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão purificados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão.
    Então irmão WÉSLEY CÁMARA, não se espante estas duvidas e estes comentários negativos de alguns, serão necessários para que mais tarde estes mesmos que não aceitaram este ensino como VERDADE DA PALAVRA DE DEUS, sejam como testemunho da VERDADE que hora não esta sendo PRATICADA.
    IMPORTA PARA NÓS QUE CONFIAMOS EM DEUS, QUE ACREDITAMOS NA PALAVRA COMO SENDO DEUS FALANDO. E TEMOS TEMOR A SUA PESSOA. É FALAR É NÃO NOS CALAR.
    DEUS MESMO NOS ORIENTA A FAZER ASSIM. Vejam estes versículos:
    Espero ter ajudado mais meus irmãos em CRISTO. A finalidade não é ser contra PASTORES E PREGADORES DA PALAVRA, a estes nós os amamos em CRISTO, porém não podemos ser a favor do esta sendo pregado, polis seriamos coniventes a estas práticas.
    Abraços
    Cesar Alonso Carrera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o dia que as pessoas entnderem que o objetivo de Jesus era pregar o amor entre as pessoas , ajudar . oproximo, curando os efermos, espulsando de3monios , pregando o verdadeiro evangelho , ao inves de usar a palavra de Deus ou o proprio nome nome de Deus para viver as custas de pessoas indefesas, pois ad invez de cuidar das ovelhas t iram delas o ultimo fio de l, com desculpa de primicia disimo e ofertas e sei mai la oque vivem as custas dos coitados levando vidas de rei , emnquanto os coitados as veses nao tem um pao com manteiga para comer no cafe da manha quando essas pessoas chegarem ao ceu ; se chegarem vao ver que galardao delas ja foi lhes dado aqui na terra

      Excluir
  84. Este é um princípio criado por Deus para nós abençoar! Quando Deus pede os primeiros frutos, Deus queria ser distinguido no coração de seus filhos. A entrega das primícias é uma forma de honrar ao Senhor

    “Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.”
    Pv 3.9-10

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não confunda PRINCÍPIO com APLICATIVO, amado (a). O princípio é eterno; o aplicativo varia de acordo com a época, o povo, o contexto... O princípio de Deus é 'HONRAR AO SENHOR"; o aplicativo é variável. Para os hebreus era dedicar primícias da renda. Para a Igreja, honrar a Deus é (aplicativo) amar o próximo, cuidar do necessitado, ser misericordioso, perdoar... Precisamos viver o Evangelho. Não estamos sujeitos às promessas, nem às maldições dos israelitas. Essa promessa encontrada nesse versículo está condicionada a uma entrega financeira (e sabemos que na Nova aliança não há barganhas a fazer com Deus. Tudo é por Graça - favor Imerecido) e está dentro do contexto judaico de "prosperidade", de fartura...
      Fique na paz.

      Excluir
  85. Quanta sabedoria desperdiçada, poderia usar toda essa inteligência para a obra de Deus com verdade!
    Meu querido, com todo amor,é que te falo que, a palavra de Deus é uma só, e é pra ser vivida, ela nos instrui a dá sim o Dizimo e a prímicia, mas quando o assunto é dinheiro, isso incomoda mesmo muita gente, pessoas arrumam mil desculpas e respaldos biblicos, para se esconder na miseria.
    Miseraveis não são os pobres que talvez não tenham o que comer ou vestir, ou onde morar, e sim são aqueles, que de alguma forma vivem em prol de provar algo que na verdade nem mesmo eles creêm.
    Felizes são aqueles que creram e não viram.
    Se vc não crer no Dizimo e Primicia, não se esforsse para fazer com que outras pessoas tb pensem assim. Pois Deus é que é Juiz, e se alguem está roubando ou não, quem dirá e julgará é o Senhor!
    OK
    Gislayne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amada irmã... Por favor leia este texto sobre os dízimos, pois lá falo sobre o que comentou. Se não eu apenas repetiria aqui o que lá já foi dito. Abraço e fique na paz.

      Texto:
      http://www.bibliaafundo.net/2010/10/lei-do-dizimo-isso-mesmo-lei.html

      Excluir
    2. A palavra de DEUS não existe para ser discutida e sim para ser vivida,se voce não crê na sua palavra, não tente confundilos os que crê, falando de primicias, ela é biblica, se não fosse assim o apostulo paulo não mencionava aos romanos 11.16 onde diz que as primicias da farinha é santa, a amassadeira é santa.mues irmãos, primicia esta relacionados a varias atitudes e disponibilidades que voces tem para DEUS.

      Excluir
    3. Anônimo, o mesmo Paulo combatia veementemente as heresias e as judaizações da fé cristã, praticada por muitos, certo? Realmente se "ser bíblica" for sinônimo de "estar na bíblia", você tem razão. E está na bíblia também o apedrejamento de adúlteros, os sacrifícios de animais, o jogar crianças contra as pedras e até falas de satanás (quando tentou Jesus). Mas para seguirmos não basta estar na bíblia, tem que estar em Jesus, sendo coerente com o Evangelho. Precisamos saber diferenciar "Israel" de "Igreja". Viver o Evangelho inclui alertar os irmãos em relação aos enganos pregados com status de "Palavra de Deus aos cristãos". E quanto a Romanos 11 já foi explicado no texto. Recomendo a leitura do mesmo. Abraço e fique na paz, irmã (ão).

      Excluir
  86. É interessante como esses "pseudo-novos-reformadores" insistem em dizer que nos templos o foco principal é a arrecadação de dinheiro. Para essas pessoas, todo trabalho que é feito se resume em arrecadar mais e mais. Eles são capazes de enxergar sua própria usura e mesquinhez, pois todos os seus "estudos" têm por finalidade criar argumentos para que não se contribua para o trabalho das igrejas evangélicas. São pessoas com o perfil do jovem rico. Incapazes de ofertar. E além de serem incapazes de fazer grandes ofertas em dinheiro, se irritam profundamente com quem o fazem. Se incomodam com a prosperidade alheia. Fazem a absurda comparação dos líderes de hoje com os religiosos combatidos por Jesus. Não entendem que a característica principal dos religiosos que Jesus combatia era a inveja. Sim, inveja! Os religiosos dos tempos do novo testamento tinham inveja do trabalho de Jesus. Inveja da multidão que o seguia, inveja dos demônios que eram expulsos. Inveja dos doentes que eram curados. Logo, se analisarmos friamente, esses religiosos são comparados a esses "pseudo-reformadores" que alimentam raiva e inveja das denominações lotadas de membros, têm inveja das denominações com dons de cura e libertação. Têm inveja daqueles que pela graça de Deus conseguem um espaço na TV para falar de Jesus. Como o invejoso não consegue alcançar o que os outros alcançam, se fazem de vítimas e tentam diminuir aquele que cresce. Tentam sempre nivelar por baixo. Essa 'turma" estuda na escola de Coré, e não na de Lutero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo, os argumentos aqui usados foram fundamentados no Evangelho, pois apenas Cristo é minha base de fé. Se houve algum equívoco interpretativo, o espaço está aberto para discutirmos. O que não dá é para ignorar o que o Novo Testamento diz por conveniência, para que possamos defender o indefensável, dogmas e tradições judaicas a fim de aumentar a arrecadação de denominações religiosas.

      Quanto às demais observações que fez, esta página não é reformada e sequer defende uma nova reforma. Defendemos a volta não aos dias da Reforma e sim, aos dias de Jesus, ao Evangelho puro e simples.

      O Evangelho ensina que o que fazemos deve ser em secreto. Se aqui dissesse o que faço, seria um mero fariseu exibicionista e isso é anti-Evangelho. E falando em fariseus, saduceus e escribas (os religiosos da época de Jesus em geral), discordo que a inveja seja o motivo das críticas de Jesus a eles. É só observar quantas vezes Jesus citou ou insinuou que eram invejosos e quantas vezes foram acusados de serem HIPÓCRITAS. Sim, hipocrisia era o principal problema deles. A inveja existia? Claro, mas nem de longe era o principal defeito. Jesus foi combatido pelos religiosos não tanto por inveja. Foi muito mais por desejo de poder, de status. Consideravam-se os representantes de Deus na Terra e o que Jesus pregava tirava essa glória deles. Quanto ao mais, voltemos ao Evangelho. Jesus ensinou o homem a fazer membros ou a fazer discípulos? Ensinou a lotar templos ou ensinou a sair pelo mundo? Disse para criarmos denominações ou aprendemos no Evangelho que todos somos templos, a Igreja, o Corpo de Cristo? (Não existe o "eu sou de Paulo" e "eu sou de Apolo", certo?)... Somos abençoados com toda sorte de bênçãos materiais ou com toda sorte de bênçãos espirituais, segundo o Evangelho? Quem defende o Evangelho com sinceridade (e não com segunda intenções) será que irá desejar tudo aquilo que combate por ser anti-Evangelho? A escola de Lutero não devemos desejar. Afinal, nós e Lutero somos irmãos, pecadores, e discípulos do único mestre: Jesus. Devemos aprender na escola da Cruz, a única que nos ensina o Caminho, a Verdade e a Vida: Jesus Cristo, o Verbo encarnado. Abraço e fique na paz.

      Excluir
  87. Abraao foi dado como nosso pai na fe e ele foi dizimista o filho tem que obecer o pai no inicio da fe eu falei que nao me ligaria em ficar lendo o antigo testamento porque era muito rigido e o espirito santo me levou a mudar o meu pensamento e a ler os dois evangelho porque deus nao muda e fiz uma prova de deus sobre o dizimo. uma irma estava passando uma dificuldade e eu fiz uma oraçao por ela e disse espirito santo se essa passagem de malaquias que fala sobre dizimo e verdade no novo testamento que o senhor hoje mande uma providencia para ela, isso era 9.00 da manha e foi embora. quando deu 11.00 horas a providencia chegou e ela mim ligou glorificando a deus; o que planta colhe no seu tempo por deus nao e injusto e é impossivel que deus minta. tudo depende da nossa fe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abraão é considerado o pai da fé e ele não foi dizimista, pois o dízimo entrou como Lei a partir de Moisés. O que temos é o relato de um único dízimo entregue por Abraão e que por sinal, não tem absolutamente nenhuma semelhança com os dízimos que alguns "cristãos" insistem em cobrar (pelos motivos já ditos no texto). É impossível repetir os dízimos de Abraão na atualidade. E mais: o fato dele ser considerado o 'Pai da fé" não significa que devemos imitá-lo em tudo. Quem vive o Evangelho é discípulo de Jesus e não, de Abraão. Jesus é nosso alvo, nosso modelo. Nosso fundamento é Cristo (assim como os apóstolos) e não, Abraão. Temos sim que obedecer nosso Pai, que é Deus! E Ele se manifestou a nós em Cristo, trazendo a revelação plena e perfeita de Sua Palavra.

      Não há dois Evangelhos, amado. Há apenas um e ele é o Evangelho de Cristo.

      A fé não é um instrumento para TER e sim, uma dádiva de Deus para SER. Tudo o que recebemos é por Graça, que é FAVOR IMERECIDO. Graças a Deus ela recebeu uma "providência", mas tenha certeza, meu querido: foi pela Graça de Deus e não, por méritos seus, nem por dizimar, nem por nenhum outro tipo de BARGANHA COM DEUS. Devemos entender que Malaquias (além de estar falando para que os sacerdotes parassem de roubar e entregassem ao depósito o dízimo integral que recebiam dos israelitas) fala com Israel e não, com a Igreja, irmão. Eu e você somos Igreja e as promessas a nós são diferentes das feitas a eles. A forma de Deus se relacionar conosco não é dessa forma. Essa relação de o homem cumprir OBRIGAÇÕES em troca de BENEFÍCIOS divinos é o conceito moderno de religião, mas não de Evangelho. Isso era até Jesus. Em Cristo, uma nova aliança, uma nova relação foi estabelecida. Isso é Evangelho. Recomendo que leia este pequeno texto para que fique claro essa parte final de meu comentário:
      http://www.bibliaafundo.net/2013/08/promessas-velho-testamento-vs-novo.html

      Abraço e fique na paz.

      Excluir
  88. Quero parabenizar. O irmão pois teve uma atitude louvavel defendendo o que crer, mas tenho observado que nos dias que antecedem a volta de Jesus a cada dia tem acontecido certas coisas que é de causar espantoMas a verdade é que diante do trono de Deuscada um vai prestar conta dos seus atos.paz seja convosco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, meu querido. Obrigado e grande abraço.

      Excluir
  89. JESUS DEU SEU SANGUE PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRÊ NÃO PEREÇA MAS TENHA A VIDA ETERNA, AFINAL O SACRIFÍCIO JÁ FOI FEITO. SE VC QUER DEVOLVER O DIZIMO OU OFERTA OU PRIMÍCIAS, QUE O FAÇA DE CORAÇÃO E COM ALEGRIA SEM OBRIGAÇÕES, POIS DEUS AMA O QUE ASSIM PROCEDE. O MAIS IMPORTANTE É AMAR A DEUS DE TODO O CORAÇÃO SOBRE TODAS A S COISAS E AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO CRENDO DE TODO O CORAÇÃO QUE JESUS CRISTO É O SENHOR E CONFESSA LO COM SUA BOCA. AFINAL ESTÁ ESCRITO CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ. LEIA A BÍBLIA E PEÇA ENTENDIMENTO A DEUS EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO

    ResponderExcluir
  90. Olá meu irmão! esclarecedor seu texto, amei tê-lo encontrado por aqui, hj mesmo participei de um culto onde no momento de oferta o pregador dizia: dizimo é obrigação, oferta é fidelidade e primícia é maior que os dois anteriores. E que se não entregarmos as primícias ao sacerdote não teríamos como receber as bençãos de Deus pois é o sacerdote que avaliará a nossa casa de acordo com aquilo que dermos a ele! Ai eu pensei: valei-me Jesus! coisa de louco essa!

    ResponderExcluir
  91. Gibson - Camaçari - BA

    Vejam bem, eu entrei nesse blog por um acaso, estava procurando uma resposta para uma pesquisa e me deparei com tudo isso.
    Um dia me falaram que existe sites e blogs destinados as obras de Satanás e eu duvidei e o pior é que eles usam a bíblia para provar suas teorias infundadas estou postando esse comentário e procurarei a não mas acessar essa imundície.
    Nós, povo brasileiro, somos uns dos que mais pagamos impostos no mundo, e pior, enfrentamos filas debaixo de sol e chuva pra fazer isso sem reclamarmos, guardamos os recibos com cuidado, os exibimos com orgulho para os outros até por pagarmos mais que o outro e em um país reconhecidamente em todo o mundo por ser um país da corrupção, onde durante um ano trabalhamos 5 meses só pra pagarmos impostos e por aí vai e não vemos ninguém construindo sites nem blogs pra denunciar isso, mas pra condenar alguns pastores servos de Deus há servos de Satanás de prontidão.
    Mais Deus terá misericórdia de sua vida e nós te perdoamos pois sabemos que a sua mente está em trevas e um dia a luz vá invadi-la, estarei orando pela tua vida e daqueles que te apoiam nessa insanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Orações sempre são bem-vindas, irmão Gibson. Não sei qual seu critério para classificar algo como "imundície", mas claro que respeito seu direito de pensar e de se expressar. Para mim, imundície é principalmente esses telepregadores famosos que propagam a teologia da prosperidade, que trazem falsos profetas norte-americanos para seus programas de TV, que constroem réplicas de templos judaicos (gastando milhões de reais, enquanto milhões de pessoas estão morrendo de fome), defendendo até "trízimos", pedindo senha de cartão de crédito para fiéis... Enfim...

      Quanto ao tema das críticas, não sei se tem conhecimento, mas "blogs" tem justamente um tema definido. Dificilmente algum "atira para todo lado", falando sobre tudo. Este, por exemplo, segue um padrão de site e como o nome sugere, o tema é a Bíblia, a Fé Cristã, o Evangelho... Assim como tenho outro, cujo foco é Saúde... Sobre política não tenho nenhum, pois não teria tempo pra tantos blogs, mas se fizer uma rápida pesquisa no google encontrará milhares.

      Encerro com uma pergunta: "servos de satanás" são os que deturpam a bíblia a fim de terem poder, status e lucro ou são os que denunciam essa mentira? Se denunciar o erro e mostrar nas escrituras como realmente é for Obra de Satanás, o que diremos das cartas de Paulo (principalmente quando ele citava nomes de hereges, como Himineu e Fileto?). O que diremos de Jesus, que batia de frente com os fariseus?

      Fique na paz e à vontade para apresentar sua visão teológica sobre cada assunto aqui postado. O espaço é aberto a discussões e quem não teme a verdade, não tem porque "procurar não mais acessar". Abraço, amado.

      Excluir
  92. Como diz o ditado: "Se conhece a árvore pelo fruto". Realmente, é difícil acreditar que alguém com índole má, fale pelo Espírito de Deus, e que transmita ensinos verdadeiros.
    Depois de tantos escândalos no meio religioso (no que diz respeito a dinheiro), envolvendo seus principais líderes, ainda vemos o segundo escalão sendo promovido e apenas variando a forma de enfatizar a "necessidade" das instituições, em arrecadar as imensas quantias solicitadas todos os dias.
    Concordo, que como igreja, devemos nos ater as principais doutrinas ensinadas por Jesus Cristo. Que de mestre foi a Salvador e Senhor, de todo aquele que nele crê.
    Gostaria de observar a questão do concílio de Jerusalém, onde os apóstolos chegaram ao consenso de que deveriam impor aos novos convertidos que não eram judeus,apenas três exigências (registrados no livro de Atos). Acredito que tal decisão levara em conta, que as demais não influenciariam unto a salvação (desde que não fossem sus costumes, culturas, algo que os afastasse da comunhão com Deus. Mas, tantas verdades espirituais ainda hoje, vem sendo reveladas por Deus para abençoar sua igreja, nas regiões celestiais. Sem mais pelo momento, fico feliz em saber de sua existência meu amado irmão em Cristo. Creio que juntamos com o Senhor Jesus. Fique na paz!

    ResponderExcluir
  93. enfim o q dizer de Abraão e das outras pessoas que dizimavam antes da lei e antes da graça , se desse pra ir por todo mundo e pregar o evangelho em tv ,rádio ,jornal, internet sem dinheiro daria razão para este estudo mas se um pregador qr ir longe fazendo discipulos é impossível

    ResponderExcluir
  94. dízimo ñ é lei existia antes da lei

    ResponderExcluir

Concorde, discorde ou critique, mas sempre com educação.

Serão excluídos:
- Palavrões e xingamentos dirigidos a qualquer pessoa, grupo ou entidade.
- Expressões racistas ou preconceituosas.


O autor não se obriga a aceitar comentários:
- Com único intuito de propaganda.
- Anônimos sem identificação na mensagem*.
- Duplicados.
- Não relacionados ao assunto da postagem.


* Recomendo que faça o comentário conectado à sua conta do Google ou à outra qualquer. Embora comentários anônimos possam ser aceitos, caso opte por isto, identifique-se, no final de sua mensagem. Obrigado!