3 de fev de 2013

Desabafo!


   Meus queridos irmãos, começo pedindo perdão, mas preciso desabafar:
   O Jesus que acredito é aquele descrito no Novo Testamento e não o que é pregado atualmente na maioria dos templos religiosos. Quem olha de longe e não conhece, acha que é "tudo farinha do mesmo saco", mas esse "jesus" moderninho que predomina por aí, esse que dá presentinhos (curas, empregos, bens materiais, promoção no serviço...) em troca de uma ofertinha em dinheiro, da compra de um objeto ungido, da participação em um ritual sagrado, em troca da presença do cidadão em X dias (normalmente é 7, 12 ou 30, rsrs) de alguma campanha milagrosa ou ainda uma barganha por um sacrifício qualquer, é só um "xará" dEle, pois a semelhança é ZERO! Isso mesmo! Esse que pregam leva o nome de Jesus, mas não é Ele! Tudo o que recebo é sem merecer, pois não há nada que uma "porcariazinha" como eu possa fazer para merecer algo. Isso se chama GRAÇA, que é sempre de graça (o preço já foi pago na Cruz) e depende apenas de fé. Não há barganhas a fazer!
   Agora, que culpa Deus tem se estão prostituindo (sim, é isso mesmo!) o nome dEle? Infelizmente tornou-se comum a presença de cafetões religiosos (é isso mesmo também!), que arrastam multidões. O número dos que se consideram "ateus" cresce a cada dia, mas poucos são os que sabem quem é Deus e desacreditam. Quase todos desacreditam desse "deus" moderninho da prosperidade. Mas a essas pessoas digo: desse "deus" também sou ateu! Portanto, considero importante que todos saibam essas verdades.
   Não dá mais para aguentar. Até quando seremos enganados, "irmãos"? As Escrituras são claríssimas quanto a todas essas aberrações feitas em nome de Deus! Mais claro do que isso, só se os apóstolos desenhassem! A questão que fica é: as pessoas são enganadas realmente porque não leem a bíblia ou porque é conveniente para elas acharem que o Evangelho é um sistema que pode dar tudo o que pedimos e que desejamos?
   Paulo fala que quem pregar um "outro Evangelho" seja anátema. A todo momento a bíblia fala para tomarmos cuidado com os falsos profetas. Então seja sincero com você mesmo: Quem você acha que são os falsos profetas? Nós que denunciamos esse comércio da fé ou os "comerciantes" dela? Não quero que acredite no que falo. Só peço uma coisa: Pegue sua bíblia e comece hoje a leitura do Novo Testamento. Vá até o final e conclua o que é Evangelho e o que não é! Não seja omisso e conformado com a situação! Estão lhe enganando e você vai ficar fugindo da realidade?
   Espero que quem leia, antes de me apedrejar, de deixar de seguir a página ou de dizer que estou só julgando (mesmo sem citar o nome de ninguém), reflita e responda pra si mesmo onde foi que eu menti.
   Fiquem na paz do Eterno Deus.

Autor: Wésley de Sousa Câmara

O que achou?