15 de jan de 2015

O que é e como fazer a "obra de Deus"?


     Poderia simplesmente responder: "não faço a obra de Deus, pois se é de Deus, não é minha, logo, quem faz é Ele." Porém isso é, na minha forma de entender, apenas parcialmente verdadeiro.
     Antes de mais nada, vamos deixar claro: "fazer a obra de Deus" nada tem a ver com cumprir uma agenda de atividades de uma denominação religiosa, pois muitos associam a "obra de Deus" a qualquer coisa que esteja relacionado a isso, sejam cultos, trabalhos de "evangelismo" ou de "missões". Não há base alguma para dividir todas as coisas em dois polos, sagrado e profano, e associar essas coisas atribuídas como "sagradas" a esse obra divina. Mas vamos ao que importa:
     Em João 6 observamos que quando perguntaram a Jesus como poderiam "fazer a obra de Deus", Ele lhes respondeu: "A obra de Deus é esta: crer naquele que Ele enviou". Em outras palavras, Jesus disse: "Aquele que crê em mim faz a obra de Deus"!
     Oxi, pera aí... Quer dizer então que é por isso que em João 14 Jesus diz: "Aquele que crê em mim fará também as obras que faço e fará coisas ainda maiores do que estas"? Isso mesmo! Quem crê faz a Obra de Deus, pois a Obra é justamente crer! Mas não ache que "crer" é meramente "acreditar", pois se assim fosse, até o diabo viveria fazendo a obra divina, pois os demônios creem e tremem (Tiago 2). Crer genuinamente é ter fé, é depositar confiança a ponto de entregar-se, de desistir de seus méritos e de assumir que é um miserável pecador que carece da Graça divina. E é essa fé que não só nos faz entregar, mas também nos pacifica pela certeza de que fomos abraçados na Cruz. 
     Mas não para por aí, pois pense um pouquinho: 
     Jesus é a revelação plena de Deus ao homem, é a Palavra de Deus que se fez carne, é a imagem do Deus invisível, é, portanto, a representação de uma humanidade perfeita, certo? Olhando para Ele vemos como deveríamos ser, pois Ele é nosso modelo, nosso Mestre. Então se é em Cristo que creio e é a Ele que sigo, percebo que é a imagem dEle que é o ideal de Deus para que eu seja. Sendo assim, se Cristo foi a vontade perfeita de Deus sendo executada na Terra por um homem (Jesus), fazer a obra de Deus neste mundo é nada mais, nada menos que procurar repetir aqui os feitos de Jesus. Ou seja: amar, perdoar, ajudar, acolher, não discriminar, abraçar, caminhar junto, ensinar, se alegrar com os que se alegram e participar da dor daqueles que choram, fazer o bem a todos, não pagar mal com mal, resistir à tentação... "Cristão" significa "pequeno Cristo", então mesmo que neste mundo sejamos ainda de forma imperfeita (pois estamos ainda em processo de transformação), é nesse objetivo que seguimos. O alvo é sempre Ele.
     Lembra que o Espírito Santo foi enviado para habitar em nós? Ou seja, Deus também está dentro de nós, de forma que a Obra dEle também é feita através de nós. Quando eu faço algo para o meu próximo, por exemplo, é Deus fazendo Sua obra através de mim. Ao mesmo tempo, sou eu fazendo algo a Deus, pois Deus também está habitando esse meu irmão. Por isso sirvo a Deus quando sirvo quem está ao meu lado. 
     Percebe como tudo está interligado? E mais: mesmo que eu entenda e faça o que Jesus me ensinou a fazer, continuarei sem ter mérito algum, pois, como lemos em Filipenses 2, até o nosso querer e o nosso realizar vem de Deus. Não sobra espaço para focar no homem. Jamais teremos créditos com Deus, pois mais que façamos a "Obra de Deus". Tudo é por Graça, por um favor imerecido. O que fazemos é apenas por amor, por fé, por gratidão e como adoração.

Autor: Wesley de Sousa Câmara

O que achou?