24 de set de 2015

Culto: momento de buscar ou de oferecer?


     Você vai ao "culto" para receber algo de Deus ou para oferecer algo a Deus? O interesseiro/barganhador diz: "Vou receber". O sincero, mas muitas vezes ingênuo, diz: "Vou oferecer".
     Eu penso que você deveria ir para RECEBER. Mas calma, não sou interesseiro, nem barganhador. Apenas pense comigo:
     O que poderíamos (criaturinhas insignificantes, pecadoras, imperfeitas...) oferecer a Deus, se nossas obras de justiça (como disse um dos profetas) não passam de "trapos de imundície" diante da perfeição divina?
     Vejo que a melhor compreensão aí seria mesmo a de "ir para receber", mas não "bênçãos egoístas" e sim, receber a Palavra proclamada e materializada/renovada nos sacramentos (batismo e Santa Ceia/Eucaristia).

Autor: Wésley de Sousa Câmara

O que achou?