29 de fev de 2016

Tudo o que você semeia, você colhe?


     "Tudo o que semear, certamente colherá". (Trecho descontextualizado de uma fala do apóstolo Paulo, quando escreveu aos gálatas.)
     Será? Fico indagando: o que semeou uma criancinha que nasce com graves problemas físicos ou mentais? O que semeou aquela pessoa gente boa que dentro de casa é atingida por um raio? O que semeou aquele pai de família honesto e trabalhador que, dormindo, tem a sua casa invadida por um bandido que rouba, estupra o filho dele em sua frente, depois estrangula a criança e a esposa e ainda espanca esse pai? E aquelas pessoas que sabidamente são más, corruptas, desonestas e vivem até 80 anos de forma maravilhosa, tendo uma morte tranquila de velhice? Semearam o mal e colheram coisas melhores do que aquelas que sempre tentaram fazer o bem? A "lei da semeadura" explica muito, mas não explica tudo. 
     Cuidado ao absolutizar algumas afirmações simplesmente porque leu na bíblia. Contextualize e compare com a realidade, pois se uma ideia parece não reproduzível no mundo real, deveria reconsiderar a ideia e não, querer negar a realidade. Se insistir, será como uma pessoa que, ao ver que o mapa que tem em mãos não corresponde à totalidade do terreno (cidade, bairro...), insiste que o mapa está certo, mas o local é que está distorcido por algum motivo. 
     E antes de me acusar de questionar essa fala de Paulo, explique a você mesmo o que as pessoas dos exemplos que dei semearam. E mais: diga se tudo o que as pessoas que você conhece (inclusive a si mesma) obtém coisas boas ou enfrentam problemas por fruto do que semearam. 
     Claro que o tema é complexo, profundo e dentro da própria bíblia temos visões diferentes sobre essa questão. Aqui apenas quis colocar alguns pontos óbvios a fim de levar você a refletir. Em outro texto o assunto poderá ser aprofundado. O objetivo aqui é apenas ajudar a fazer você perder o medo de pensar. Tudo o que ouvir ou ler, analise, julgue, reflita, compare com a realidade e só então chegue a uma conclusão. Pratique isso a todo momento. 

Autor: Wésley de Sousa Câmara
29/02/2016

O que achou?